Brasil

100 mil trabalhadoras do campo ocupam as ruas de Brasília na Marcha das Margaridas

100 mil trabalhadoras do campo, de todo país, deram início, na manhã desta quarta-feira (14), a uma passeata pelas ruas da capital federal, rumo ao Congresso Nacional, para dizer não ao desmonte das políticas públicas voltadas ao campo e a reforma da Previdência.

A ação faz parte da 6ª edição da Marcha das Margaridas, que tem como temas este ano a agroecologia e o enfrentamento da violência contra a mulher no campo.

O nome da marcha presta homenagem à Margarida Maria Alves, ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Alagoa Grande, na Paraíba.

Ela foi assassinada em 12 de agosto de 1983, a mando de latifundiários da região. Por mais de dez anos à frente do sindicato, Margarida lutou pelo fim da violência no campo, por direitos trabalhistas como respeito aos horários de trabalho, carteira assinada, 13º salário, férias remuneradas.

Fonte: Brasil 247

Faça um comentário

Clique aqui para fazer um comentário