Brasil JUSTIÇA Política

Adriano da Nóbrega estava escondido em sítio de vereador do PSL

 
 

 

Se trata de Gilsinho da Dedé, vereador da cidade de Esplanada, que assegura ter sido surpreendido pela notícia de que morte aconteceu em sua propriedade.

Por Redação

  

O miliciano Adriano Magalhães da Nóbrega, foi morto na manhã deste domingo (9), em operação policial no Estado da Bahia, na cidade de Esplanada (BA), estava escondido em um sítio que pertencia a Gilson Lima, mais conhecido como Gilsinho da Dedé, um vereador da cidade, filiado ao partido PSL – o mesmo que elegeu Jair Bolsonaro como presidente, embora o presidente já não pertença mais a legenda.

Ao ser difundida a notícia, o vereador declarou que estava surpreso com a informação de que o miliciano estava em seu sítio, e negou conhecer o ex-PM.

‌‌

Segundo Gilsinho, o terreno teria sido invadido. Ele também assegura que a propriedade não tem caseiro e é cercada de arame.

“Na realidade fui informado por um vizinho, me informando que estava tendo uma operação e perguntando se estava sabendo de alguma coisa, achando que era até assalto. Estou viajando e não tinha informação nenhuma”, comentou o vereador.

 

PUBLICIDADE

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com