Brasil Geral Política Segurança

Amor ao dinheiro ou falta de brio?

 

 

Por –  Ataíde Santos

 

A combativa mídia brasileira, que tão aguerridamente conclamou o povo às ruas, mostrou ao vivo durante uma tarde inteira a prisão de Zé Dirceu, que transmitia em horário nobre,  reportagens de duração que se assemelhavam a capítulos de novelas, revistas e jornais que em edições normais e especiais, era fiscal rigoroso dos governos de esquerda, mesmo deles recebendo gordas verbas publicitárias, agora se acanham diante de um governo que lhes ameaça diuturnamente.

Demissões de jornalistas se dão aos magotes e ainda assim… Nada! Nenhuma reação aos desmandos governamentais. O governo do Bolsonaro faz e desfaz, ou melhor, mais desfaz, tem “Navegado de braçada”, sem qualquer sinal de reação da mídia que prefere, e dá graças a Deus, pelo flamengo estar na final de um campeonato de futebol, sendo assim manchete das abundantes notícias sobre quem vai jogar com qual camisa ou quem vai apitar o jogo, o que pensa a torcida sobre o jogo…  Mas ninguém foi às ruas perguntar ao cidadão brasileiro o que ele achou de ter sido praticamente cassado o seu direito à  aposentadoria, ou de ser taxado em seu seguro desemprego  e de como ele agora desempregado, irá sustenta a si e sua prole, nada!

Não se vê falar mais em construções, recuperações,  benefícios, geração de emprego, renda… Ao contrário, se vê falar em retirar, desconstruir, acabar e, pasmem! Matar! Isso mesmo, matar cidadãos brasileiros. Policiais que já foram agraciados com altas honrarias, promoções e até se elegeram por matar, agora terão oficializado o direito de assassinar. Sim, matarão cidadãos brasileiros, exatamente aqueles a quem deveria proteger.

Mas o presidente e sua prole, num recado à nação, criaram um partido e o numero escolhido para o tal agremiação é 38, para quem, gosta e vive exibindo armas, não precisamos nem ser inteligentes para perceber que a escolha é uma alusão a arma mais popular entre os cidadãos de “bem”, o revolver calibre 38. Mas a globo, que sempre apostou nos “Homer Simpsons” nacional, afirma que a escolha do tal número é por ser o atual ocupante do Planalto o 38º da república. Acredite quem quiser. Ao que se pode  ver, a antes feroz, Globo, foi domada por Bolsonaro foi adestrada pelo leão, como se auto proclamou o Bolsonaro. Restando a Globo e suas parceiras de antanho, recolher as migalhas das bilionárias verbas compartilhadas entre SBT e Record.

Mas e o povo? Os estudantes, a UNE e outras agremiações que são costumeiramente atacadas pelo atual governante e seus seguidores? O que esperam? Que a Globo lhes convoquem? Em época de internet não é mais tão importante aparecer na televisão, as redes sociais mostram nossas cara e nossas vergonha muito mais rápido e detalhadamente que a tevê.

O será que a maioria do povo brasileiro é aderente ao jargão que afirma: Em casa de farinha pouca, meu pirão primeiro. ?

Faça um comentário

Clique aqui para fazer um comentário