Economia Internacional

China intensificará ainda mais políticas de apoio para empresas de pequeno porte

Trabalhadores numa empresa em um parque de incubação de inovação para micro, pequenas e médias empresas no distrito de Renshou, cidade de Meishan, na Província de Sichuan, sudoeste da China, em 19 de outubro de 2020. (Pan Jianyong/Xinhua)

Beijing, 20 out (Xinhua) — A China adotará uma medida diversificada e direcionada para aumentar a ajuda às micro, pequenas e médias empresas, conforme decidido nesta quarta-feira em uma reunião executiva do Conselho de Estado presidida pelo premiê Li Keqiang.

“A confiança e as expectativas de mercado das micro, pequenas e médias empresas estão caindo. Nesse contexto, precisamos reforçar ainda mais o apoio das políticas de alívio para elas e ajudá-las a se tornarem mais competitivas. As políticas de alívio devem ser inclusivas e direcionadas”, disse Li.

Serão feitos esforços para evitar a pressão de custos causada pelo aumento dos preços das commodities para as indústrias a jusante. Políticas inclusivas de benefícios, como redução de impostos e taxas para certos períodos, serão analisadas o mais rapidamente possível, e as regiões serão incentivadas a fornecer apoio às micro, pequenas e médias empresas, tais como redução ou isenção de aluguéis e contas de serviços públicos, para aliviar seus encargos e ajudá-las a superar as dificuldades.

As micro, pequenas e médias empresas serão apoiadas para se desenvolverem com técnicas especializadas e sofisticadas e produtos únicos e inovadores, a fim de aumentar sua competitividade.

“Precisamos responder de forma proativa às acentuadas dificuldades que as micro, pequenas e médias empresas enfrentam e ajudar a aliviar sua pressão induzida por custos. O governo central implementará políticas de apoio temporárias para fortalecer sua confiança”, disse Li. “Apoiar tais empresas e outras entidades de mercado garantirá estabilidade no emprego e também contribuirá para o aumento da oferta e a estabilização dos preços.”