Cidade CLDF Segurança

Deputados do DF gastam, em um ano, gasolina suficiente para dar 8 voltas na Terra

Por Gabriel Luiz, TV Globo

Os deputados da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) receberam, em 2019, R$ 1.407.233,53 de verba indenizatória. O dinheiro é destinado à cobertura das despesas dos distritais. No entanto, o valor gasto com gasolina chama a atenção.

 

O DF é a menor unidade da federação, são 5,7 mil Km², muito menos do que Sergipe, por exemplo, que tem 21,9 mil Km². Mas cinco distritais rodaram, em um ano, 340 mil quilômetros – o equivalente a 8 voltas ao redor do planeta Terra.

Os parlamentares, que juntos gastaram R$ 101,3 mil, dizem que usaram os carros para se deslocar a trabalho (veja mais abaixo). De acordo com a Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), a média do preço da gasolina foi de 4,29 por litro em 2019. Com o valor gasto pelos deputados, é possível abastecer 23,6 mil litros de combustível.

De acordo com a Câmara Legislativa do DF (CLDF), pelas regras, cada deputado está autorizado a abastecer com até R$ 6 mil reais por mês, o que dá um total de R$ 72 mil por ano.

Deputados gastaram tanto com combustível que daria para fazer viagem até a Lua.

Os cinco parlamentares que mais usaram a verba indenizatória em 2019 com gasolina foram:

  • 1º Robério Negreiros (PSD): R$ 21.992,86
  • 2º Daniel Donizet (PSDB): R$ 20.923,83
  • 3º Reginaldo Sardinha (Avante): R$ 20.332,23
  • 4º Hermeto (MDB): R$ 19.598,58
  • 5º Jorge Vianna (Podemos): R$ 18.538,26

Cinco deputados do DF que mais usaram a verba indenizatória em 2019 com gasolina — Foto: TV Globo/ReproduçãoCinco deputados do DF que mais usaram a verba indenizatória em 2019 com gasolina — Foto: TV Globo/Reprodução

Cinco deputados do DF que mais usaram a verba indenizatória em 2019 com gasolina — Foto: TV Globo/Reprodução

O que dizem os deputados

O deputado Robério Negreiros, disse que o combustível é usado para atividades em todas as regiões do DF, com o objetivo de colher demandas e ouvir a população.

O distrital Daniel Donizet, afirmou que usa o carro para entrar em contato com moradores de todas as regiões do Distrito Federal e também para acompanhar a execução das emendas parlamentares.

Já Reginaldo Sardinha, disse que “não tem como trabalhar sem se deslocar”.

O deputado o Jorge Vianna, afirmou que o uso do carro não se restringe só ao percurso entre a casa dele e a câmara — e que precisa do veículo para visitas.

O deputado Hermeto afirmou que o gasto é compatível com as agendas dele ao longo do ano.

Deputados que não usam a verba indenizatória

Dos 24 deputados distritais, 7 abriram mão da verba indenizatória no ano passado. Para os parlamentares, o dinheiro tem que ser investido em outras áreas — mais urgentes.

Os seguintes distritais não usaram a verba em 2020:

  • Agaciel Maia (PL)
  • Cláudio Abrantes (PDT)
  • Eduardo Pedrosa (PTC)
  • Júlia Lucy (Novo)
  • Leandro Grass (Rede)
  • Reginaldo Veras (PDT)
  • Valdelino Barcelos (PP)

Verba indenizatória

Cada deputado distrital tem direito a R$ 15.193,35 por mês como verba indenizatória. O dinheiro serve para aluguel de carro, gasto com combustível e pagamento de consultorias, por exemplo. No caso, o deputado faz o pagamento e é ressarcido depois de apresentar a nota fiscal.

Faça um comentário

Clique aqui para fazer um comentário