Brasil JUSTIÇA

Desespero: Com Lava Jato sob pressão, radicais do bolsonarismo tentam bombar protesto contra o STF

A Coluna Painel de Daniela Lima na Folha de S.Paulo informa que integrantes da ala mais radical do bolsonarismo tentam alavancar nas redes sociais uma convocação para protestos contra o Supremo. As postagens chegaram a membros do Judiciário e assustaram pela agressividade das peças que estão sendo usadas para mobilizar as pessoas. Um dos vídeos que viralizou faz um mix de discursos de youtubers de direita e do escritor Olavo de Carvalho. No filme, eles pregam “o expurgo dos 11 cães que estão no STF” e falam, de novo, no fechamento do tribunal.

De acordo com a publicação, o vídeo tem uma sequência considerável de insultos aos ministros e ao próprio STF. Ele foi criado por um homem que já colaborou com peças para um perfil chamado “República de Curitiba”, dedicado a enaltecer a Lava Jato. Em algumas passagens do filme, fotos de ministros do Supremo são manchadas com sangue, e imagens de todo o plenário são tingidas de vermelho. Pessoas próximas a Jair Bolsonaro dizem saber da convocação dos atos, mas estão decididas a não dar força a movimentos contra o STF. O presidente da corte, Dias Toffoli, é hoje visto em Brasília como a autoridade mais próxima do Planalto.

Foi de Toffoli a decisão que paralisou investigações contra Flavio Bolsonaro —e outros inquéritos que usavam dados do Coaf e da Receita sem o aval da Justiça. A nova ofensiva sobre o Supremo coincide com a crescente pressão institucional do Legislativo e do Judiciário sobre integrantes da Lava Jato de Curitiba que tiveram conversas reveladas pelo The Intercept Brasil. Para integrantes do Conselho Nacional do Ministério Público, Raquel Dodge deu recados claros à força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, nesta terça (13), em sessão do órgão. A procuradora-geral fez questão de destacar que todos, inclusive integrantes do MPF, estão sujeitos aos limites da lei, completa a Folha.

Faça um comentário

Clique aqui para fazer um comentário