Geral

Huck desiste de disputar a presidência e Globo cobra que ele faça rapidamente o anúncio

Apresentador Luciano Huck é possível candidato à Presidência em 2022. (Foto: World Economic Forum / Sandra Blaser)

Versão oficial é de que ele desistiria para preservar a família, mas a disputa política no Brasil hoje está polarizada entre bolsonarismo e progressistas

 O jornalista Ascânio Sêleme informa em sua coluna no Globo deste sábado que o apresentador Luciano Huck, que também trabalha para a Globo, deve desistir de disputar a presidência da República em 2022, para preservar sua família. Na mesma nota, Sêleme, que já dirigiu o jornal, cobra que Huck faça rapidamente seu anúncio de desistência para que o “centro” (novo nome da direita tradicional) possa logo definir seu candidato contra o bolsonarismo.

Caso a desistência seja mesmo confirmada, terá sido porque a política brasileira continua polarizada entre a extrema-direita bolsonarista e o campo progressista, liderado pelo ex-presidente Lula. A direita tradicional do PSDB à qual Huck é ligado perdeu espaço para o bolsonarismo ao convocar a extrema-direita para promover o golpe de estado contra a ex-presidente Dilma Rousseff e a prisão política do ex-presidente Lula.

Como candidato a presidente, Huck também teria muita dificuldade para explicar suas amizades e suas relações comerciais. Exemplo: ele é garoto-propaganda da XP, investigada por fraude contábil nos Estados Unidos.

Faça um comentário

Clique aqui para fazer um comentário