GDF

Ibaneis reclama da baixa procura pela vacina contra Covid; reforço para pessoas com 57 anos começou nesta segunda-feira no DF

Primeiro dia de aplicação da dose de reforço para pessoas com 57 anos tem pouco movimento nos postos de saúde do DF — Foto: TV Globo/Reprodução

Por g1 DF

O reforço da vacina contra Covid-19, para pessoas com idade a partir de 57 anos, começou a ser aplicado nesta segunda-feira (22) no Distrito Federal e vale para quem já tomou a segunda dose há, pelo menos, cinco meses. A dose extra também é aplicada nos profissionais de saúde e nos imunossuprimidos, no entanto, poucas pessoas procuraram os postos.

No último sábado (20), quando o GDF acompanhou a campanha do Ministério da Saúde no “Dia D” de vacinação contra Covid a procura também foi baixa. De acordo a Secretaria de Saúde, 2.004 pessoas foram vacinadas com a primeira dose, e 7.142 pessoas receberam a segunda dose.

Para o governador Ibaneis Rocha (MDB), o resultado do “Dia D” foi uma “grande decepção”. O objetivo era chegar perto dos 248 mil moradores de Brasília que ainda não fizeram a primeira aplicação do imunizante.

 

Governador do DF Ibaneis Rocha lamenta baixa procura pela vacina contra Covid-19 no 'Dia D'

                                        “Não estou nada satisfeito. As pessoas deveriam ter a responsabilidade de se vacinar”, diz Ibaneis.

 

Governador do DF Ibaneis Rocha lamenta baixa procura pela vacina contra Covid-19 no ‘Dia D’

“Não adianta tomar a primeira dose, então nós temos que buscar esse público pra vacinar pra que nós tenhamos um ciclo fechado, e pra que a gente possa avançar também nas demais medidas de abertura né”, disse o governador, durante solenidade no Superior Tribunal de Justiça (STJ), nesta segunda-feira (veja vídeo acima).

“A gente precisa que a população tenha consciência, busque os postos de saúde, busque a vacinação pra que a gente realmente tenha condições de voltar à vida com normalidade”, diz o governador do DF.

 

Primeiro dia de aplicação da dose de reforço para pessoas com 57 anos teve pouco movimento nos postos do DF — Foto: Tv Globo/Reprodução

Primeiro dia de aplicação da dose de reforço para pessoas com 57 anos teve pouco movimento nos postos do DF — Foto: Tv Globo/Reprodução

Novas faixas etárias para dose de reforço

 

De acordo com o subsecretário de Vigilância à Saúde da Secretaria de Saúde, Divino Valero, a inclusão de novas faixas etárias para a dose de reforço depende do envio de lotes adicionais pelo Ministério da Saúde. “O DF está pronto para executar, desde que receba as doses”, diz ele.

Para quem se vacinou com a Janssendirecionada a professores, população em situação de rua e população carcerária no DF, a dose de reforço será a segunda aplicação. Contudo, o GDF também aguarda uma nova remessa do imunizante para iniciar a campanha.

'Dia D' de vacinação contra Covid-19 no DF, neste sábado (20) — Foto: TV Globo/Reprodução

‘Dia D’ de vacinação contra Covid-19 no DF, neste sábado (20) — Foto: TV Globo/Reprodução

 

‘Dia D’

 

Ao contrário do governador Ibaneis Rocha, a Secretaria de Saúde considerou o Dia D de vacinação contra Covid, no sábado (20), “um sucesso”. A expectativa era buscar cerca de 200 mil pessoas que não se vacinaram com a primeira dose, mas o número ficou muito abaixo.

“Alcançamos pouco mais de 2 mil pessoas no Dia D e consideramos um sucesso, pois levamos a vacina para perto desses cidadãos que, se nós não tivéssemos ido em busca, não teriam se vacinado”, diz Divino Valero.

A secretaria diz que prepara outras ações semelhantes. “A experiência obtida no último final de semana deixou claro que precisamos melhorar, ampliar e levar a ação para outras feiras. Nós vamos fazer outras ações, o Dia D foi só o início dessas ações”, aponta o subsecretário de Vigilância à Saúde.