Blog do Ataíde

Notícias de interesse social

Mãe é presa suspeita de matar a filha asfixiada, simular que vítima tinha se matado e fugir com neto

jul 6, 2024

Por Larissa Feitosa, g1 Goiás

Uma mulher de 50 anos foi presa pela Polícia Civil em Santa Bárbara de Goiás suspeita de matar a filha asfixiada e simular que a morte tinha acontecido por um suicídio. Durante a fuga após o crime, ela levou o neto, filho da vítima.

O nome da mulher não foi divulgado e o g1 não localizou a defesa dela para se manifestar sobre o caso até a última atualização da reportagem.

O crime aconteceu na noite de 28 de maio do ano passado, na Asa Norte, em Brasília. Inicialmente, o caso foi registrado como suicídio, mas no decorrer das investigações, a polícia constatou que se tratava de uma simulação para encobrir um homicídio.

Segundo as investigações, a vítima tinha 26 anos e era diagnosticada com bipolaridade. Mãe e filha discutiam constantemente por causa disso. Em depoimento, a mulher admitiu que cometeu o crime para proteger o neto, porque temia que a filha pudesse fazer algum mal a ele.

A mulher também confessou ter dado remédios para a filha e a asfixiado. Em seguida, ela fugiu do apartamento com o neto. Durante as investigações, foi presa temporariamente e chegou a ser indiciada por homicídio qualificado.

Mas, segundo a polícia, a mulher conseguiu voltar à liberdade e fugiu para Goiânia, onde ficou escondida por um tempo. Ao fugir para Santa Bárbara de Goiás, no oeste goiano, acabou sendo presa, já que a Justiça tinha autorizado um mandado de prisão preventiva contra ela.

A Polícia Civil de Goiás informou que a mulher já foi acusada perante à Justiça pelo crime. Mas não deu mais informações sobre o que aconteceu com o neto dela.

About Author