JUSTIÇA Política

Globo destroça Bolsonaro e dedica praticamente toda a edição do Jornal Nacional para denunciar o governo

(Foto: @jornalnacional)
 
 

A Rede Globo dedicou praticamente toda a edição do Jornal Nacional para denunciar volume considerável de acusações e suspeitas de ilicitos que pesam contra Bolsonaro , seu governo e sua família

Revista Fórum – O Jornal Nacional destacou a prisão do ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Repúblicanos-RJ) na edição desta quinta-feira (18). O telejornal da Globo detalhou a operação da polícia e a investigação sobre o esquema de corrupção envolvendo o filho do presidente Jair Bolsonaro com cerca de quatro reportagens e em bloco que durou mais de 35 minutos.

“Chega ao fim o sumiço de Fabrício Queiroz”, disse William Bonner, já no início da transmissão. As reportagens mostraram em detalhes a operação para prender Queiroz, que estava na casa do advogado Frederick Wasser. O JN ressaltou que Wasser negava conhecer o paradeiro de Queiroz, e que ele era advogado de Flávio e “muito próximo da família Bolsonaro”.

Segundo o JN, policiais procuraram provas no imóvel e a operação foi autorizada porque, segundo o Ministério Público, Queiroz buscava destruir provas e ainda tinha “contato com milícias e influência política” para indicar cargos em Brasília e no Rio. Foi assinalado ainda a existência de um cartaz do AI-5 na casa, esclarecendo o horror que significou a medida da ditadura.

O JN explicou o escândalo da “rachadinha” também com profundidade. Segundo o Ministério Público do Rio, quando era deputado estadual, Flávio Bolsonaro exigia parte do pagamento dos salário de assessores, em esquema gerenciado por Queiroz.

Leia mais no site da revista Fórum. 

PUBLICIDADE