Política

Advogados tentam barrar inscrição de Moro na OAB

(Foto: Adriano Machado - Reuters)

Juristas e criminalistas críticos da Operação Lava Jato alegam que o ex-ministro Sérgio Moro ofendeu as prerrogativas da advocacia no tempo em que foi juiz dos casos da Lava Jato, em Curitiba

Segundo reportagem da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, os grupos destacam que Moro ofendeu as prerrogativas da advocacia no tempo em que foi juiz dos casos da Lava Jato em Curitiba.  Dentre os episódios destacados, está o da intercepção de conversas telefônicas em ramais dos advogados de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em função de uma decisão da Comissão de Ética da Presidência, Moro está impedido de exercer a advocacia por um período de seis meses.

PUBLICIDADE