Sociedade Tecnologia Trabalho

As 10 profissões mais procuradas no pós-Covid

JGALIONE/GETTY

Confira as habilidades mais valorizadas num mercado de trabalho que foi forçado a se digitalizar da noite para o dia com a pandemia

 

Quem acredita que as coisas vão voltar ao que eram antes da pandemia da Covid-19, provavelmente, vai se frustrar – e muito. Além da óbvia e esperada alta na demanda por profissionais qualificados na área da saúde, ocorre, também, uma radical aceleração na digitalização de segmentos inteiros da economia.

As empresas foram forçadas a implantar o regime de trabalho a distância com seus funcionários e digitalizar suas operações de um dia para o outro. Implementar comércio eletrônico, adotar a entrega em domicílio e mergulhar de ponta no marketing digital para divulgar seus negócios virou questão de sobrevivência.

Naturalmente, os profissionais com conhecimentos e facilidade em tecnologia, inovação e áreas criativas se destacarão. Aprender a realizar uma live ou videoconferência com qualidade, editar vídeos, criar posts de divulgação nas redes sociais, fazer um planejamento de inovação e anúncios na internet, operar plataformas de comércio eletrônico, além de entender da experiência de usuário (UX) e desenvolvimento de sites, ganharam imensa vantagem em termos de atratividade aos olhos dos empregadores

Pessoas que antes tinham resistência em aprender comunicação digital, e empresas que relutavam em entrar no mercado de comércio eletrônico precisarão reconsiderar essa resistência, caso não queiram falir ou perder competitividade.

A digitalização, que já estava em franca ascensão e não tinha volta, hoje, virou questão de sobrevivência. Assim como há milhões de anos um grande meteoro causou a extinção dos dinossauros, atualmente, a pandemia chega para dizimar as antigas práticas analógicas e colocar, de vez, o mundo num padrão 100% digital.

A seguir, confira as profissões mais desejadas e valorizadas no mundo pós-Covid-19:

HUGO BARRETO/METRÓPOLESBrasília (DF), 11/01/2019 Situação do Instituto Hospital de B

Naturalmente, com a pandemia, houve uma alta considerável na procura por profissionais de saúde, como médicos, biomédicos, geneticistas e bioquímicos. No entanto, a maior demanda se encontra na busca por técnicos de enfermagem que apoiam a equipe médica nos cuidados do dia a dia com doentes. Essa profissão já estava em alta, pelo envelhecimento da população e pelo aumento no acesso a serviços de saúde, e agora vê sua demanda hiperaquecida pela Covid-19.

2) Analista de marketing digital

ISTOCK/FOTO ILUSTRATIVA
Com tantas empresas precisando fazer marketing digital para divulgar seus produtos e serviços, o analista de marketing digital está em alta. O termo é amplo e pode abarcar desde especialistas em tráfego, que operam os investimentos em anúncios no Google e Facebook, até os profissionais que estimulam o engajamento nas redes, que fazem o planejamento da comunicação digital, criam posts, realizam lançamentos e fazem a gestão das plataformas de comércio eletrônico.

3) Editor de vídeos/videomaker


Com a alta do marketing digital, a procura pela edição de vídeos aumentou drasticamente. Os vídeos são o tipo de conteúdo que mais engaja nas redes sociais. Muitas pessoas têm resistência a ler, e os vídeos são muito eficientes para divulgar, de forma rápida e lúdica, uma empresa, sua oferta e seus lançamentos. O trabalho contempla tanto a filmagem quanto a edição desses materiais em softwares, como Adobe Premiere Pro e Adobe After Effects, hoje o padrão de mercado, e que permitem cortes, legendas, inclusão de vinhetas, letterings, trilha sonora e efeitos especiais.

Confira o curso Voxel Motion de edição de vídeos.
Confira o curso Voxel Ultimate de design gráfico e edição de vídeos.

4) Diretor de arte/designer

FREEPIK.COM
Diretor de arte é o termo que se dá aos designers, que criam publicações, cartazes, banners e outros ativos de comunicação. Hoje, não falta trabalho e emprego para esses profissionais, pois enquanto o mercado publicitário tradicional teve uma queda, o digital aumentou consideravelmente, e eles migraram para o meio digital com muita facilidade. Geralmente, os mais valorizados são os profissionais que também sabem ilustrar muito bem, além de terem o dom de criar, pois revela conhecimento e talento artísticos relevantes.

Confira o curso Voxel Vision de direção de arte e design
Confira o curso Voxel Papyrus de ilustração e pintura digital

5) Designer de experiência de usuário (UX/UI)

ISTOCK?FOTO ILUSTRATIVA
Chamados também de designers “front end”, são os especialistas que contam com experiência em HTML e CSS e criam a interface dos softwares, aplicativos e sites com os quais interagimos diariamente. Eles definem o fluxo de navegação, a forma, tamanho e cores dos menus e botões e fazem com que os programas sejam intuitivos e fáceis de usar. Esses profissionais são a mistura entre designers e programadores – fazem essa ponte e são mais raros no mercado, angariando bons salários.

6) Analista financeiro

FOTO: HUGO BARRETO/METRÓPOLESBolsa de Valores, Investimento, grafico, dinheiro, PIB, queda
Ficou evidente que ter uma reserva financeira, fazer a boa gestão dos recursos, reduzindo custos de operação e diversificando investimentos são essenciais para manter a saúde financeira – tanto empresarial quanto pessoal. Os profissionais que entendem das novas tendências de investimento, como as criptomoedas e bitcoins, também se destacam nesse ambiente. Num momento em que os recursos estão escassos, é primordial saber diversificar investimentos em caminhos seguros e rentáveis.

7) Desenvolvedor de WordPress

ISTOCK

O WordPress é considerado o padrão de mercado para o desenvolvimento de sites. A plataforma permite a criação desde sites institucionais simples até o desenvolvimento de soluções completas de comércio eletrônico. A vantagem é que a plataforma conta com milhares de plugins e módulos para expandir sua funcionalidade. Os designers e desenvolvedores de software que se especializaram no WordPress ainda seguem em alta e não encontram dificuldade de emprego.

8) Analista de logística

ISTOCK

Com a alta na distribuição de produtos por transportadoras e serviços de encomenda, a pandemia aumentou muito a demanda por profissionais que atuem nas cadeias de distribuição, e que tenham alguma formação em logística. Esses profissionais avaliam, projetam e implementam sistemas de transportes, armazenamento e distribuição de forma a garantir a velocidade e o baixo custo nas entregas.

9) Analista de educação a distância

PEXELS/REPRODUÇÃOmãe e filho no computador

Os profissionais que se especializaram em implementar soluções como o Google Classroom, o Moodle e outras alternativas que possibilitam escolas realizarem suas atividades, entregando educação de qualidade a distância, também estão em alta. Além disso, o novo padrão de ensino está levando os estabelecimentos a oferecerem atividades no contraturno para seus alunos, e isso se dará em grande parte pelo e-learning e videoaulas, mesmo após a pandemia.

10) Desenvolvedor de jogos

ANDRE BORGES/ESPECIAL PARA O METRÓPOLESgamer3
O mercado de games é um dos que mais cresce no mundo. Alguns dos principais títulos de jogos vendem mais do que os maiores filmes de Hollywood, tamanha demanda pelos games. O Playstation 5 e o novo X-box estão para realizar lançamentos, e o mercado de smartphones, com jogos casuais, também fez o comércio de games crescer bastante. Desenvolvedores de jogos incluem programadores e profissionais mais criativos que fazem os personagens, as modelagens 3D, animações e texturizações. O nicho de Indie Games tem um mercado pujante no Brasil e cada vez contratam mais profissionais.

Confira o curso Voxel Hero de criação de games e jogos

PUBLICIDADE