Política

Bolsonaro começa aparelhamento do Tribunal Militar com primeira indicação

Ministro almirante Marcus Vinicius Oliveira, ao centro (Reprodução)

Ministro almirante de esquadra Marcus Vinicius Oliveira anunciou que deixará o Superior Tribunal Militar um ano antes da aposentadoria compulsória, aos 75 anos

Por Plinio Teodoro

Jair Bolsonaro (Sem Partido) prepara o aparelhamento do Superior Tribunal Militar, órgão paralelo do Judiciário que julga apenas integrantes das armas, com a indicação de seu primeiro ministro.

No dia 19 de março, o ministro almirante de esquadra Marcus Vinicius Oliveira anunciou a aposentadoria, abrindo a primeira vaga a ser ocupada por um militar indicado por Bolsonaro. A informação é de Guilherme Amado, na revista Época.

Oliveira anunciou que deixaria a corte um ano antes de completar 75 anos, quando seria aposentado compulsoriamente.

Em julho de 2022, quando o ministro general Luis Carlos Gomes Mattos se aposentará, Bolsonaro escolherá um segundo nome entre a cúpula do Exército.