Justiça Política

Bolsonaro diz que Kassio Nunes é dele e que tem 10% do STF

Jair Bolsonaro e Kassio Nunes Marques (Foto: Marcos Corrêa/PR)

“São 10 que decidem lá. Hoje eu tenho 10% de mim dentro do Supremo”, declarou Jair Bolsonaro em referência ao ministro mais novo da Corte

Jair Bolsonaro disse ter 10% dele no Supremo Tribunal Federal, ao se referir à indicação do ministro Kássio Nunes Marques, única indicação dele à Corte Suprema. A segunda indicação, André Mendonça, está com o nome em suspenso até que o presidente da CCJ, senador Davi Alcolumbre

“Eu indiquei um (ministro) para o Supremo. Vamos desconsiderar o presidente, que só em caso extremo que tem uma participação mais ativa lá. São 10 que decidem lá. Hoje eu tenho 10% de mim dentro do Supremo”, disse nesta terça-feira (9) em entrevista à página bolsonarista ‘Jornal da Cidade Online’.

Em seguida, afirmou que não “manda” no voto do ministro, apesar de expor uma estratégia do ministro para conter a derrota de pautas conservadores no plenário do STF. “Não é que eu mande no voto do Kassio, não é que eu mande no voto dele, mas o que eu podia apresentar naquele momento para o Senado, quem bota no Supremo não sou eu, quem bota é o Senado, era o Kassio”.

Bolsonaro explicou como age o ministro para tentar fazer com que pautas conservadoras não sejam derrotadas, pedindo vista. “Quando se fala em pautas conservadoras, ele já pediu vista de muita coisa que tem que a ver com conservadorismo. Porque, se ele apenas votasse contra, ia perder por 8 a 3, ou 10 a 1. A gente não quer perder por 8 a 3 ou 10 a 1. A gente quer ganhar o jogo ou empatar. Ele está empatando esse jogo”, afirmou.