Brasil Saúde

Cacique Raoni passa por transfusão de sangue e recebe tratamento contra úlceras em MT

Cacique Raoni Metuktire está internado em um hospital de Sinop (MT) — Foto: Mayke Toscano/Secom MT
 
 

Por Kessillen Lopes, G1 MT

O cacique Raoni Metuktire, de 89 anos, líder da etnia Kayapó, passou por uma transfusão de sangue nesse domingo (19), em Sinop, no norte do estado. Exames apontaram que o líder indígena está com duas úlceras já em fase de cicatrização.

O sobrinho-neto de Raoni, Patxon Metuktire, informou que a suspeita de um sangramento digestivo foi descartada após exames.

“Vovô Raoni está bem, segundo o boletim médico. Ele reagiu bem à transfusão de sangue. Os exames correram bem, sem intercorrências”, ressaltou.

O estado de saúde do cacique é estável. Ele também realizou uma ressonância magnética e aguarda o resultado.

Segundo Patxon, o tratamento contra as úlceras será mantido para terminar de curá-las.

Segundo a direção do Instituto Raoni, o cacique apresentou um quadro depressivo após a morte da mulher dele, Bekwyjkà Metuktire, no dia 23 de junho, há um mês. Ela tinha diabetes e sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

O líder indígena foi internado em um hospital de Colíder, na quinta-feira (16), após passar mal. Já no sábado (18) ele foi transferido de avião para Sinop após complicações gastrointestinais e desidratação.

Raoni é conhecido internacionalmente pela defesa dos direitos dos povos indígenas.

PUBLICIDADE

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com