Cidadania

Caminhada do Amor reúne dezenas de pessoas no Parque da Cidade

Imagem - Vinícius Melo

 

Promovida por instituto comandado por músico da cidade, entidade sobrevive de venda de camisetas e doações e oferece atividades gratuitas a pacientes de câncer, HIV e a depressão

Por – Lívio di Araújo

Logo no início da manhã do domingo (2), dezenas de pessoas se concentraram em frente à Administração, no Parque da Cidade, para a Caminhada do Amor, promovida pelo Instituto da Holística do Amor. A entidade, coordenada pelo músico Marcelo Sena, foi criada há pouco mais de um ano, com a finalidade principal de acolher e ajudar pessoas que enfrentam doenças como o câncer, HIV e a depressão.

A caminhada contou com a presença do vice-governador do DF, Paco Britto, e de sua esposa, Ana Paula Hoff. Paco ressaltou a importância do trabalho do instituto, que foi criado após Sena ter sido diagnosticado com câncer. “Esse trabalho de resgate da auto estima das pessoas é muito importante. Essa demonstração de solidariedade é muito bonita”, afirmou o vice-governador. “Eu estive no instituto e é um trabalho baseado no amor, na doação de energia, de tempo, um trabalho solidário, generoso. Fiquei encantada”, completou Ana Paula.

Marcelo Sena foi econômico nas palavras, para falar sobre a doença da qual passou o ano de 2019 inteiro em tratamento, mas não as poupou para falar do instituto, que comanda ao lado da esposa, Nívia. “Contamos com uma rede de apoio, de professores voluntários e fundamos o instituto para ajudar as pessoas”, enfatizou o cantor. “Hoje, nesta caminhada, arrecadamos 850 reais com a venda de camisetas, mas queremos contar com o apoio de todos para que o instituto não feche “, pediu.

O Instituto da Holística do Amor promove atividades físicas, psicológicas, palestras, aulas de dança, música cantada e tocada, massoterapia, cromoterapia, constelação familiar, auto maquiagem e fotografia, tudo por meio do voluntariado. As atividades são oferecidas a todas as pessoas.

 

“Não cobramos nada. Quem pode, contribui voluntariamente com R$ 20,00 e quem não pode, faz as atividades de graça. Mas fazer o bem em prol das pessoas que precisam não é fácil. Se não fosse meu marido, eu não estaria tendo essa experiência”, disse Nívia Costa, companheira de Marcelo Sena. No momento, a entidade sobrevive através de doações, sorteios, vendas de camisetas e um bazar.

A Caminhada do Amor, promovida ontem (2), teve a finalidade de proporcionar uma vivência de bem estar  e felicidade, e da venda das camisetas. Além da própria caminhada, como sugere o nome do evento, houve pedalada, dança terapia, palestra sobre vida saudável, alongamento, taí Chi Chuan e música ao vivo. Tudo no intuito de promover o bem estar de todos. “Estou muito agradecido pela vida e a luta é para que as pessoas jamais, desistam de viver”, conclui Marcelo Sena.

 

Conscientização – Ainda no Parque da Cidade, houve distribuição de máscaras e álcool em gel para usuários e para quem esperava na fila da vacinação, montada no estacionamento do Parque Ana Lídia. Paco e a esposa falaram, pessoalmente, com os usuários do local e abordavam as pessoas lembrando da importância da higienização das mãos, uso de máscaras e do distanciamento social. “Estamos todos contando as horas para estarmos vacinados, mas enquanto não temos vacinas para todo mundo, é preciso manter as medidas de segurança”, afirmou Paco.