Brasil Internacional Política

China diz que declarações de Weintraub são ‘absurdas’ e ‘desprezíveis’

O porta-voz da Embaixada da China no Brasil reagiu às declarações anti-China feitas pelo ministro da Educação Abraham Weintraub

 

Em sua coluna, o jornalista Leonardo Attuch, ediitor do Brasil 247, adverte que Weintraub “agride a China reiteradamente, porque escolheu um lado na guerra em curso entre as duas maiores potências globais – e certamente não é o lado do Brasil, que deveria se manter equidistante”.

A nota da Embaixada da China destaca: “Em 5 de abril, o ministro da Educação do Brasil , ignorando a posição defendida pela parte chinesa em diversas gestões, fez declarações difamatórias contra a China em redes sociais, estigmatizando a China ao associar a origem da covid-19 ao país. Deliberadamente elaboradas, tais declarações são completamente absurdas e desprezíveis, que têm cunho fortemente racista e objetivos indizíveis, tendo causado influências negativas no desenvolvimento saudável das relações bilaterais China-Brasil. O lado chinês manifesta forte indignação e repúdio a este tipo de atitude”.

PUBLICIDADE