Cidade Geral

Chuva deixa rastro de destruição no DF. Tem alerta hoje

Mais de 37 mil consumidores ficaram sem energia, construções foram destruídas e árvores foram arrancadas em Ceilândia e Taguatinga

Chuvas com ventos fortes, raios e granizo causaram muitos transtornos aos moradores da Região Oeste do Distrito Federal, na tarde desse domingo (22/12/2019). Além de Taguatinga, a área engloba Ceilândia, Samambaia, Riacho Fundo e Recanto das Emas. O temporal no primeiro dia de verão derrubou postes e lançou árvores sobre a rede de energia, deixando pelo menos 37 mil consumidores sem luz e pelo menos 32 postes destruídos.

De acordo com a Companhia Energética de Brasília (CEB), o problema foi provocado após o desligamento de diversos circuitos das subestações Brazlândia, Ceilândia Sul e Ceilândia Norte. A empresa informa que deslocou as equipes imediatamente para os pontos mais críticos, que atuaram inclusive durante a madrugada desta segunda-feira (23/12/2019).

A CEB diz todas as falhas foram resolvidas. Mas ressalta que, caso algum cliente ainda esteja sem energia, deve registrar um novo chamado nos canais de atendimento comercial (116 ou aplicativo para smartphones CEB Distribuição), para que as equipes possam verificar pontualmente o problema.

Foram registrados 17,6 milímetros em apenas duas horas — entre 14h e 16h. O suficiente para causar muitos estragos. Carros boiaram e pelo menos uma casa foi destruída, em Ceilândia, assim como a Associação Casa de Apoio à Comunidade de Ceilândia (Acac), localizada na QNN 17.

*Fonte – Metrópoles – Com adaptações

PUBLICIDADE

Posts