Economia Política

Cinco empresários presentes no jantar com Bolsonaro devem R$ 186,4 milhões à União

Jair Bolsonaro (Foto: Presidência da República)

Entre os inadimplentes que devem para o povo brasileiro estão o SBT, Habbibs e Cosan. Veja a lista aqui

Por Julinho Bittencourt

Cinco das várias empresas presentes ao já famoso jantar com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) desta quarta-feira (7), em São Paulo, devem R$ 186,4 milhões à União.

A lista detalhada foi montada pela coluna de Guilherme Amado.

Entres os inadimplentes que devem para o povo brasileiro estão o SBT, que foi representado no jantar pelo CEO José Roberto Maciel. A empresa de Sílvio Santos deve R$ 97,2 milhões, segundo registros da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional.

A Cosan, que também estava lá, cujo fundador e presidente do conselho de administração é Rubens Ometto, tem R$ 46,3 milhões em dívidas previdenciárias nessa lista.

O Banco Inter, fundado por Rubens Menin, deve R$ 36,6 milhões.

O Habib’s, cujo seu fundador e CEO, Alberto Saraiva, esteve no regabofe, possui R$ 5,9 milhões em dívidas previdenciárias.

O Bradesco, onde Luiz Carlos Trabuco Cappi é presidente do conselho de administração, tem R$ 400 mil pendentes de FGTS.

Com informações da coluna de Guilherme Amado