Cidadania Política

“Direita pode estar preparando um novo junho de 2013”, diz Rui Costa Pimenta

Rui Costa Pimenta (Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Allan White/FotosPublicas)

Para o presidente do PCO, a direita golpista quer alterar o resultado das manifestações contra Bolsonaro “para chegar em um acordo no lançamento de uma candidatura cívica, que seria o homem das manifestações, tirar o Lula e tal”. Assista na TV 247

 Presidente do PCO, Rui Costa Pimenta fez um alerta na TV 247 sobre a tentativa da direita golpista brasileira de se apropriar das manifestações crescentes contra Jair Bolsonaro. O próximo ato nacional está marcado para 24 de julho.

Rui Costa Pimenta avaliou que o objetivo da direita, aliada à imprensa tradicional, é deturpar as manifestações, gerando um resultado manipulado e evitando a volta do ex-presidente Lula, candidato favorito ao Palácio do Planalto, e do PT ao poder. “Eu acho, pelo que eu vi na imprensa, na Folha de S. Paulo, na Rede Globo, no jornal O Globo, no Estado de S. Paulo, na Veja, que eles estão preparando uma espécie de junho de 2013. Tomar conta da manifestação da esquerda, apresentar a coisa de uma maneira totalmente fraudulenta como uma manifestação de direita para manipular o resultado, para chegar em um acordo no lançamento de uma candidatura cívica, que seria o homem das manifestações, tirar o Lula e tal”.

O dirigente do PCO defendeu que os protestos sejam apenas da esquerda, sem a presença de golpistas, e garantiu que o campo progressista tem força para derrubar Bolsonaro por conta própria. “Por isso acho importante desde já falar: a esquerda tem que estar na rua no dia 24 e na preparação do dia 24 e não deixar nenhuma fraude se impor. Tem gente falando assim: ‘o MBL quer participar da manifestação’. Não. Fica em casa. Eles colocaram o Bolsonaro lá”.