Geral

GCM do ABC Paulista defende supremacia branca

Adenilson Vaz da Costa (Foto: Reprodução/Facebook)

O subinspetor Adenilson Vaz da Costa da Guarda Civil Metropolitana (GCM) de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, divulgou imagens e textos em defesa de grupos de supremacia branca nas redes sociais. Ele foi afastado do cargo após ser acusado de agressão por moradores da cidade

247 – O subinspetor Adenilson Vaz da Costa da Guarda Civil Metropolitana (GCM) de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, divulgou imagens e textos em defesa de grupos de supremacia branca em um perfil particular nas redes sociais. A reportagem é do portal UOL.

Afastado do cargo após ser acusado de agressão por moradores da cidade, ele publicou em sua conta no Facebook um texto que saúda a memória do advogado e escritor australiano simpatizante ao nazismo Alexander Rud Mills.

O agente afastado da GCM celebra Mills como um “proeminente defensor do Renascimento do Paganismo Germânico” e “fundador da Igreja Anglicana de Odin”, acrescenta a reportagem.

Em seu perfil, que está desativado, ele se identifica como Alexandre Vaz Asatru. O último nome faz referência ao “Asatrú”, que é um movimento germânio de cunho religioso que busca preservar as raízes de povos que habitam no norte europeu. Essas crenças foram adotadas por grupos supremacistas brancos na segunda metade do século 20.