Cidade GDF Trânsito

GDF dará transporte gratuito para quem estacionar no Parque

IGO ESTRELA/METRÓPOLES

Convênio entre Secretaria de Economia e TCB começará no mês que vem e visa reduzir impacto de trânsito na região da sede do Executivo local

A partir do próximo mês, os servidores públicos e os visitantes que forem para o anexo ou o Palácio do Buriti terão mais uma opção de local para deixar o veículo. Por determinação da Secretaria de Economia, responsável pela administração dos dois prédios, um bolsão de estacionamento está sendo preparado no Parque da Cidade Sarah Kubitschek. O local servirá para que os visitantes deixem os carros e peguem um traslado gratuito até a sede do Executivo local.

O serviço disponibilizará micro-ônibus executivos, com ar- condicionado, que farão o trajeto de ida e volta entre os dois pontos, no mesmo formato já realizado nessa região, justamente pela dificuldade de vagas. A seccional regional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-DF), por exemplo, oferece serviço semelhante aos defensores que têm como destino o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) ou o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

De acordo com o secretário André Clemente, a medida tem o objetivo de reduzir a quantidade de veículos na região e evitar as recorrentes penalidades registradas pela Polícia Militar (PMDF) e pelo Departamento de Trânsito (Detran-DF) por flagrantes de estacionamento proibido. O projeto, batizado de TCB Parque, também mira na redução do fluxo de automóveis das vias que dão acesso ao Palácio do Buriti.

Segundo o secretário, o projeto terá um custo “extremamente baixo” para os cofres públicos, já que o único gasto não previsto é com a construção do abrigo dos guardas, que serão aproveitados dos contratos já existente entre o Governo do Distrito Federal (GDF) e empresas terceirizadas.

“Servidores públicos são a mola propulsora de qualquer governo e são a ponte entre o Estado e os cidadãos. Precisam ser respeitados e ter condições de trabalho. Isso é um compromisso do atual governo, que está sendo cumprido passo a passo”, completou Clemente.

Convênio

O projeto é um convênio assinado entre a Secretaria de Economia e a TCB, que disponibilizará a frota para mobilidade de quem aderir à proposta.

“Estamos realizando o estudo técnico, mas o nosso pessoal já está autorizado a trabalhar para isso. Estamos junto com o palácio decidindo qual estacionamento usar. Vamos disponibilizar dois micro-ônibus e a programação de trajetos será intensificada nos horários de pico, quando há mais movimentação no palácio e no anexo”, explicou Chancerley Santana, presidente da empresa pública.

REPRODUÇÃO / GOOGLE IMAGENSREPRODUÇÃO / GOOGLE IMAGENSReprodução / Google Imagens
Trajeto será gratuito de ida e volta para servidores e visitantes do anexo e do Palácio do Buriti

PUBLICIDADE