Cidadania Mulher Saúde

GDF prepara força-tarefa para tirar lei do papel e distribuir absorventes gratuitos

Campanha realizada por oito secretarias do DF promoverá arrecadação dos itens de higiene para distribuição a mulheres em vulnerabilidade

 

Nove meses após ser sancionada pelo governador Ibaneis Rocha (MDB), a lei garante a distribuição gratuita de absorventes femininos nas escolas públicas e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) ainda não é aplicada no Distrito Federal. A Lei nº 6.779, que é resultado da proposta da deputada distrital Arlete Sampaio (PT), foi sancionada em 12 de janeiro deste ano, mas ainda segue sem previsão de ser implementada.

Os locais de arrecadação e de distribuição ainda serão divulgados, após o lançamento da campanha. Segundo a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), a ação busca promover o debate sobre a pobreza menstrual, caracterizada pela falta de recursos para cuidados íntimos, além de estimular a doação de absorventes, roupas íntimas e demais itens de higiene.