Cidade Política

Governador troca comando de cinco regiões administrativas do DF

 
 

As mudanças foram publicadas em edição extra do DODF. Passam por Santa Maria, Samambaia, Cruzeiro, Sobradinho, Varjão e Octogonal/Sudoeste

Aline Rocha e Hylda Cavalcanti
redação@grupojbr.com

O governador Ibaneis Rocha promoveu, hoje (6), uma verdadeira troca de cadeiras nas administrações regionais do Distrito Federal, com exonerações e nomeações publicadas em edição extraordinária do Diário Oficial do DF (DODF). As mudanças passam pelo comando de seis cidades: Santa Maria, Samambaia, Cruzeiro, Sobradinho, Varjão e Octogonal/Sudoeste.

Em alguns casos houve exonerações, mas a maior parte dos exonerados foram, na verdade, substituídos para outras administrações. No caso de Santa Maria, por exemplo, foi nomeada como administradora Marileide Alves da Silva Romão, em substituição a Renato Couto Mendonça.

Renato Mendonça, por sua vez, foi nomeado administrador de Samambaia. Ele vai suceder a Gustavo Almeida Aires, que deixou o cargo para ser administrador regional do Cruzeiro. Gustavo Aires substituiu Cláudio Simões dos Santos, que foi exonerado.

Em Sobradinho foi nomeado João Luiz Vieira em substituição a Eufrásio Pereira da Silva, que foi exonerado. E para a administração do Varjão foi nomeado Lúcio Rogério Gomes dos Santos, que substituirá Nair Queiroz Pessoa. A última mudança foi observada na Octogonal/ Sudoeste. Para lá foi nomeado como administrador regional Daniel Damasceno Crepaldi, em substituição a Luiz Eduardo Gomes de Paula Pessoa.

Secretaria e SLU

A edição extra do DODF trouxe, ainda, alterações no comando da Secretaria de Proteção da Ordem Urbanística do DF e no Serviço de Limpeza Urbana (SLU). Saiu da pasta Gutemberg Tosatte Gomes, secretário de proteção da Ordem Urbanística e foi nomeado, como titular, Cristiano Mangueira de Sousa.

No Serviço de Limpeza Urbana (SLU), saiu o presidente, Edson Gonçalves Duarte, exonerado a pedido. O cargo passa a ser ocupado pelo até pouco tempo subsecretario das Águas e Resíduos Sólidos, da Secretaria de Meio Ambiente do DF, Jair Vieira Tannús Júnior.

A maior parte das indicações para as administrações regionais costuma ser feita por parlamentares da base aliada do governo. Recentemente o governador teve rejeitada a proposta do Refis do DF na Câmara Distrital o que levou Ibaneis Rocha a ter certo confronto com alguns distritais. Poucos dias depois, foi aprovada uma outra proposta polêmica e de interesse do governo, a de reforma administrativa.

PUBLICIDADE

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com