Política

Governo Bolsonaro é denunciado na Comissão Interamericana por apagão no Amapá

Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução/Twitter | Isac Nóbrega/PR)

A resposta do governo de Jair Bolsonaro ao apagão no Amapá é denunciada na Comissão Interamericana de Direitos Humanos

247 – Por iniciativa das organizações Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (CONAQ) e Terra de Direito, o governo Bolsonaro foi denunciado na Comissão Interamericana por apagão no Amapá. As entidades pedem que sejam tomadas medidas cautelares.

Na sexta-feira, as organizações Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (CONAQ) e Terra de Direitos solicitaram que a CIDH (Comissão Interamericana de Direitos Humanos) se pronuncie para garantir a defesa da vida e da integridade física das comunidades quilombolas do estado do Amapá.

No documento, a Conaq e a Terra de Direitos solicitam à CIDH que atue para determinar ao governo brasileiro o restabelecimento imediato dos serviços de distribuição de energia elétrica em todo Estado do Amapá, garantindo acesso ao serviço essencial a todas as comunidades quilombolas, inclusive aquelas privadas do fornecimento antes do apagão.

As entidades ainda querem que a Comissão Interamericana cobre do governo brasileiro que envie ajuda humanitária para as populações quilombolas afetadas, incluindo distribuição imediata de água potável e à alimentação. Também é solicitado que se garanta a infraestrutura necessária para que todas as pessoas das comunidades afetadas tenham acesso aos hospitais e a tratamento de saúde adequados.

A informação é do jornalista Jamil Chade em sua coluna no UOL.

Publicidade