Economia Política

Haddad alerta: militares podem usar orçamento público para pagar guerra contra a Venezuela

Haddad afirma que Weintraub cometeu crime ao tentar violar dados sigilosos de estudantes

Presidenciável critica pedido de verba de R$ 500 bilhões a mais nos próximos anos no momento em que o Brasil se coloca a serviço dos Estados Unidos e muda a Política Nacional de Defesa

O ex-prefeito Fernando Haddad, presidenciável do Partido dos Trabalhadores, temem que os militares brasileiros queiram usar o orçamento público brasileiros para promover uma guerra contra a Venezuela. “O que os generais bolsonaristas pretendem com R$ 500 bilhões a mais no seu orçamento em dez anos?”, questiona Haddad, em sua coluna na Folha de S. Paulo.

“O Plano Nacional de Defesa bolsonarista dá a pista. O texto, ao qual a imprensa teve acesso, destaca a possibilidade de ‘tensões e crises’ no continente que poderiam obrigar o Brasil a mobilizar esforços na defesa de interesses do Brasil na Amazônia e Atlântico Sul (pré-sal)”, prossegue o ex-prefeito.

Haddad questiona “se o contribuinte brasileiro também vai pagar por uma guerra que não é nossa contra um vizinho que nunca representou uma ameaça à soberania brasileira”. O alerta também foi feito pelo ex-presidente Lula no dia de ontem.

PUBLICIDADE