Geral

Justiça Federal arquiva processo da Lava Jato contra Lula

FOTO: RICARDO STUCKERT

Ex-presidente e o filho eram acusados de lavagem de dinheiro e tráfico de influência

Carta Capital

A Justiça Federal de São Paulo determinou nesta semana o arquivamento de uma investigação da Lava Jato contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seu filho Luis Claudio Lula da Silva.

O processo se iniciou com a delação premiada de Emílio Odebrecht e Alexandrino Alencar, que relataram repasses à empresa Touchdown, de Luiz Cláudio.

Lula e o filho eram acusados de lavagem de dinheiro e tráfico de influência.

O petista chegou a ser indiciado pela Polícia Federal, mas o MPF entendeu que não estariam configurados os crimes, porque Lula, na época dos fatos, não exercia qualquer cargo público, entendimento que foi acolhido pelo juiz.

Esse é o sétimo processo em que o ex-presidente é absolvido. O petista aguarda julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) para anular processo em que foi condenado pelo ex-juiz Sérgio Moro.

A defesa de Lula acusa falta de imparcialidade no processo, após Moro se tornar ministro do governo de Jair Bolsonaro.