Economia Internacional

Lufthansa diz que perde um milhão de euros por hora e pede apoio público

“Não seremos capazes de superar essa crise crescente sem o apoio do Estado”, afirmou diretor da empresa

Por Redação Jornal de Brasília
Foto: Reprodução

O maior grupo de transporte aéreo da Europa, a companhia alemã Lufthansa, está perdendo atualmente um milhão de euros “por hora” em decorrência do coronavírus e precisará de “apoio” público, disse seu diretor, Carsten Spohr, em uma mensagem de vídeo enviada aos funcionários.

“Não seremos capazes de superar essa crise crescente sem o apoio do Estado”, afirmou Spohr neste vídeo interno divulgado na quarta-feira à noite e consultado pela AFP nesta quinta-feira.

PUBLICIDADE

“Perdemos cerca de um milhão de euros por hora”, acrescentou Spohr.

O setor de transporte aéreo está passando por uma crise sem precedentes em razão da pandemia de COVID-19. Centenas de aviões estão no solo e quase todos os voos foram cancelados devido ao fechamento de fronteiras decidido por muitos países.

“Atualmente transportamos menos de 3.000 passageiros por dia, em vez de 350.000 em tempos normais”, ou seja, uma queda de 99%, explicou o diretor da Lufthansa.

A capacidade de transporte, que significa o número de assentos que a empresa oferece em seus aviões, reduziu para apenas 5% e 700 de seus 763 aviões estão em solo em vários aeroportos.

© Agence France-Presse

PUBLICIDADE