GDF Saúde

Mais 4,5 mil vacinas são agendadas para profissionais de saúde

Na próxima etapa de vacinação serão agendadas todas as categorias | Foto: Breno Esaki/Agência Brasília

Vagas para imunizar contra a covid-19 foram preenchidas em menos de uma hora

O agendamento das 4,5 mil doses da vacina contra covid-19 disponibilizadas para os profissionais de saúde que trabalham em consultórios, clínicas, laboratórios, farmácias, funerárias, Instituto Médico Legal (IML) e áreas afins foi disponibilizado nesta segunda-feira (12) e durou menos de uma hora para que todas as vagas fossem preenchidas.

“O agendamento acaba rápido porque o nosso site tem a capacidade de fazer até cem agendamentos por minuto. Em 45 minutos, dependendo da quantidade de doses, o agendamento acaba”, explica a subsecretária de Planejamento em Saúde, Christiane Braga.

Quem fez o agendamento já está com uma das 4,5 mil doses garantida. A abertura de outro agendamento para as categorias da saúde dependerá da chegada de mais vacinas, enviadas pelo Ministério da Saúde ao Distrito Federal.

Na próxima etapa serão agendadas todas as categorias

O agendamento desta remessa foi aberto somente para os profissionais das áreas de Medicina, Enfermagem, Serviço Social, Biologia, profissionais do IML, técnicos de radiologia, trabalhadores de laboratórios, fiscais sanitários e acadêmicos (estudantes) que estejam fazendo estágio dentro de unidades hospitalares, lidando diretamente com pacientes.

Devido o primeiro agendamento ter tido maior número de alcance em algumas categorias específicas, desta vez o agendamento ficou suspenso temporariamente para os profissionais de Veterinária, Fonoaudiologia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Psicologia, Odontologia, Nutrição, Educação Física, Farmácia, Biomedicina e agentes funerários.

Na última reunião, ficou decidido que seriam agendadas, nesta fase, as categorias que não haviam atingido 30% de agendamento até o momento atual. Na próxima etapa serão agendadas todas as categorias.

“Temos que fazer alguns filtros necessários em meio às categorias para garantir que todos sejam vacinados, pois a oferta de vacina ainda é muito pequena”Christiane Braga, subsecretária de Planejamento em Saúde

“Tinham categorias que estavam com 50% de seus profissionais vacinados. A Enfermagem estava com 12%. Tivemos que corrigir essa diferença com a suspensão temporária do agendamento para o avanço de outras categorias”, explica.

De acordo com Christiane, a meta é tentar igualar a vacinação entre todas as categorias, por isso que desta vez foi realizado o bloqueio temporário das categorias que estavam mais adiantadas. Ela acredita que na próxima remessa o agendamento deverá ser aberto para todas as 14 categorias previstas. “Temos que fazer alguns filtros necessários em meio às categorias para garantir que todos sejam vacinados, pois a oferta de vacina ainda é muito pequena”, ressalta.

Acadêmicos

A vacinação será liberada para todos os estudantes da área da saúde que estão em campo, fazendo estágio dentro de hospitais, lidando diretamente com pacientes. A lista de estudantes é repassada de acordo com o semestre e grade curricular do aluno, se já está na fase de estágio, por exemplo. A lista com o CPF dos alunos que devem ser vacinados é repassada pela instituição de ensino.

Quando o CPF não consta na base de dados, a pessoa precisa ir até o conselho de sua categoria ou até sua instituição de ensino para verificar sua condição, para eles enviarem à Secretaria de Saúde.

*Com informações da Secretaria de Saúde