Política

Major Olímpio morre em consequência da Covid-19

Foto: Agência Senado

Senador estava internado desde o início do mês com a doença e teve morte cerebral

Por Ivan Longo

O senador Major Olímpio (PSL-SP) morreu em decorrência da Covid-19 nesta quinta-feira (18) em São Paulo. O parlamentar, que tinha 58 anos, estava internado para tratar da doença desde o início de março.

A informação foi confirmada pela família de Olímpio, que fez uma postagem nas redes sociais do senador. “Com muita dor no coração, comunicamos a morte cerebral do grande pai, irmão e amigo, Senador Major Olimpio. Por lei a família terá que aguardar 12 horas para confirmação do óbito e está verificando quais órgãos serão doados. Obrigado por tudo que fez por nós, pelo nosso Brasil”, diz a nota.

Diagnosticado com Covid-19 no início do mês, Olímpio estava internado no Hospital São Camilo, na capital paulista. Na última semana, o senador apresentou piora em seu quadro de saúde e precisou ser intubado.

Em fevereiro, semanas antes de ser diagnosticado com Covid e internado, o parlamentar participou de aglomeração em um ato na cidade de Bauru (SP) contra as medidas de restrição impostas pelo governador João Doria (PSDB) para frear o contágio da Covid-19.

“Chega de aceitar os desmandos deste DESgovernador. Fui às ruas nesta sexta-feira (12) em apoio à população do nosso estado contra o fechamento do comércio e pela abertura de mais leitos na Saúde. Chega de descaso com o povo!”, escreveu Olímpio, neste dia, ao divulgar um vídeo que mostra sua participação na manifestação.

Nascido em Presidente Venceslau, no interior de São Paulo, Olímpio atuou como policial militar por 29 anos e já foi deputado estadual e federal. Eleito para o Senado em 2018 com o apoio de Jair Bolsonaro, ele rompeu com o presidente, assim como fizeram inúmeros outros parlamentares do PSL, no início de 2020.

Além de Olímpio, a Covid-19 vitimou no Senado José Maranhão (MDB-PB) e Arolde de Oliveira (PSD-RJ).

Confira, abaixo, a nota da família sobre a morte do senador.