Política Saúde

Mulher que fala com Deus desde os 6 anos sugere alho para curar covid e Bolsonaro a encaminha ao Ministério da Saúde; vídeo

Fabio Rodrigues Pozzebom e reprodução

Da Redação

O Brasil tem 37.840 mortes por coronavírus, de acordo com os números de ontem do consórcio jornalístico que decidiu fazer uma contabilidade paralela à do Ministério da Saúde.

O presidente Jair Bolsonaro foi desde sempre um incentivador do uso da cloroquina, que estudos demonstraram ser ineficaz tanto na prevenção quanto no tratamento da doença.

O Brasil recebeu 2 milhões de comprimidos de cloroquina dos Estados Unidos depois que os estudos já haviam demonstrado que a droga é ineficaz para covid-19.

O Laboratório Químico Farmacêutico do Exército, que produzia 250 mil comprimidos a cada dois anos, chegou a produzir 1,2 milhão de comprimidos em 45 dias, incentivado por Bolsonaro e com dinheiro público.

O preço do quilo do sal difosfato, matéria prima da droga, que o Brasil importa da Índia, saltou de R$ 219,98 para R$ 1.304,00, entre maio de 2019 e maio deste ano.

Antes de desistir da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, para a qual foi convidado e nem assumiu, o bilionário Carlos Wizard Martins falou em investir mais R$ 30 milhões para insistir na produção de uma droga cujos efeitos contra o coronavírus permanecem duvidosos.

Agora, talvez o Brasil tente outra saída. O presidente Jair Bolsonaro encaminhou ao Ministério da Saúde a proposta de uma apoiadora que defende o uso de um dente de alho por dia contra a doença.

O presidente encontrou-se com ela no cercadinho do Palácio do Alvorada:

Eu trouxe a cura do coronavírus e eu coloco a minha vida à disposição. Tenho 38 anos, sou mãe de três filhos, eu não estou aqui para brincadeira. Deus fala comigo desde os seis anos. Deus quer mudar esse País. Deus quer te exaltar na presença de todos os povos e nações. Não preciso que acredite em mim. Preciso que ponha a prova. Podem injetar o vírus em mim. Eu assumo todas as responsabilidades. Eu trouxe comigo. E é tão natural, é tão perfeita, é tão mágico, é tão natural, é tão de Deus que o povo vai dizer que é impossível.

Em seguida, ela propôs o uso de um dente de alho por dia para suplementar o enxofre, que teria o poder de matar o coronavírus.

“Eu te arranjo amanhã para a senhora conversar lá, alguém para conversar com a senhora no Ministério da Saúde. Pode ser?”, respondeu Jair Bolsonaro.

O próprio Ministério da Saúde já divulgou que é fake news a suposta cura da doença, propagada pelas redes sociais, com o uso de alho fervido.

Mais de 400 mil pessoas já morreram em todo o mundo por causa da covid-19.