Eleições 2020 Política

Negros vão ocupar 44% das câmaras municipais nas capitais brasileiras

Carol Dartora (PT), vereadora eleita em Curitiba (Foto: Joka Madruga)

Em Palmas, no Tocantins, 95% dos vereadores eleitos se declararam negros. Já Florianópolis, em Santa Catarina, nenhum dos 23 representantes no legislativos é negro

Por Plinio Teodoro

Levantamento realizado pelo site Gênero e Número revela que vereadores negros ocuparão 44% das cadeiras nas câmaras municipais das capitais brasileiras a partir do próximo ano. Segundo o estudo, 18% das vereadoras nas 25 capitais serão mulheres.

Com 18 vagas, Palmas, no Tocantins, lidera a representatividade, com a eleição de 95% dos vereadores que se declararam negros junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Na outra ponta está Florianópolis, única capital que não elegeu nenhum negro vereador em 2020 para as 23 vagas da Câmara.

No total 13 das 25 capitais terão 50% ou mais de representantes negros nas câmaras. A maioria dessas cidades esta na região Norte, onde todas as capitais têm maioria negra.

Já as capitais do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina estão na outra ponta, com a menor representatividade negra. Com apenas 11% de negros, Curitiba elegeu a primeira mulher negra, Carol Dartora (PT). Já em Porto Alegre, também com 11%, Karen Santos (PSOL) obteve mais de 15 mil votos e liderou o ranking dos mais votados na capital gaúcha.

PUBLICIDADE