Economia Emprego Política Sociedade

Número de moradores de rua em São Paulo cresce 60% em quatro anos

(Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Censo da População em Situação de Rua, realizado pela Prefeitura de São Paulo, ainda inédito, aponta um crescimento vertiginoso, de 60%, do número de moradores de rua na maior cidade do país

 A população de rua da cidade de São Paulo chegou a 24.344 pessoas em 2019, aumentando 60% em quatro anos, período em que o Brasil passou a ser governado pelo governo golpista de Michel Temer e, há um ano, por Jair Bolsonaro, que pratica uma política econômica excludente.

Em 2015, os moradores em situação de rua em São Paulo eram 15,9 mil.

Os dados do Censo da População em Situação de Rua, realizado pela Prefeitura de SP, serão revelados oficialmente na próxima sexta-feira (31).

O censo demonstra a relação entre o salto no número de moradores de rua e a alta na taxa de desemprego —que era de 13,2% na cidade em 2015 e agora chega a 16,6%, informa a jornalista Mônica Bergamo em sua coluna na Folha de S.Paulo.

PUBLICIDADE