O presidente do DEM, ACM Neto, afirmou que aceitaria se unir a partidos de esquerda caso isso fosse necessário para garantir a democracia no país.

“Para meu partido, a democracia é valor inegociável. Vamos estar ao lado de todos que estejam ao lado da democracia e vamos estar contra todos os que estejam contra a democracia. Se estivermos com PT, PSOL, PCdoB, PDT, para defender a democracia, contem conosco”, disse Neto em um debate online organizada pela iniciativa do Harvard-Brazil Dialogues.

Ele ainda afirmou que o partido tem sido crítico ao governo de Jair Bolsonaro em “tantas outras coisas”, com exceção da agenda econômica.

A conversa também reuniu nomes como os da presidente do PT, Gleisi Hoffmann, e do PDT, Carlos Lupi.

(Por Guilherme Amado e Naomi Matsui)