Cidade Economia GDF

Programa de crédito orientado bate recorde no DF

Feliz ano novo: microempreendedores alinhados para receber cartas de crédito | Foto: Secretaria de Trabalho / Divulgação

Inovações e aumento do valor a ser emprestado deve turbinar ainda mais o Prospera em 2020

AGÊNCIA BRASÍLIA *

O programa Prospera bateu o seu próprio recorde. Foram 696 pessoas atendidas e um excepcional montante emprestado – havia previsão de 9 milhões de reais, mas chegou-se à marca inédita de R$ 10.458.167,59, atingindo a meta de 100% do recurso destinado. Capitaneado pela Secretaria de Trabalho (Setrab), o Prospera dispõe sobre crédito orientado com o objetivo de incentivar o crescimento e atender à necessidade financeira de microempreendedores do Distrito Federal.

 

O secretário de Trabalho, Ivan Alves dos Santos, comemora o feito e explica que esse é o sentido do programa. “É uma política pública voltada para o crescimento da demanda da economia, com o intuito de que os empreendedores possam cada vez mais investir em seus negócios, voltar aqui para renovar seus créditos e, cada vez mais, crescer”, resume.

Dentre os contemplados está o empresário Magno Gomes de Oliveira, proprietário da loja de produtos naturais Natureba Life Style. Ele salientou a importância do dinheiro para impulsionar as compras e girar seu capital. “Vou comprar à vista, tendo desconto. Este empréstimo, com estes juros irrisórios… Nem mesmo um amigo faz o que o Prospera faz por nós, dividindo em várias vezes e com juros que quase não existem”, completou Magno.

Para Ludmila Galletti, que trabalha no ramo de eventos infantil, a ideia é de expandir o investimento. “Espero que, com esse dinheiro, eu possa alavancar ainda mais meus negócios. A gente precisa fazer alguns investimentos, fazer mais parcerias, conquistar novos clientes e abrir o leque de contatos”, disse Ludmila, proprietária da empresa TendTudo Festa, contemplada pela primeira vez com o empréstimo.

Equipe da Setrab ministra palestra sobre crédito orientado | Foto: Secretaria de Trabalho / Divulgação

Já Djane Souza da Silva, que beneficiada pelo crédito pela sexta vez, falou de sua experiência bem-sucedida. “O Prospera me ajudou a comprar à vista e dar crescimento à empresa. Quando peguei pela primeira vez, em 2009, eu trabalhava com confecções. Fui crescendo e migrei para materiais elétrico e hidráulicos e, graças a Deus, tem dado tudo certo em minha vida”, comemorou.

Com o sucesso do Prospera a perspectiva é que 2020 será um ano promissor. Tanto devido ao aumento do montante a ser emprestado quanto em razão de algumas inovações, como explica o secretário de Trabalho. “Nosso intuito é fazer uma nova rodada de negociação para que os comerciantes possam se interagir entre eles, para que possam comercializar o produto um do outro”, acrescentou Ivan Alves dos Santos.

“A tendência é que a gente aumente o programa, já que a inadimplência é muito baixa.”

A previsão é de que seja aberto novo período para inscrições no programa a partir do mês de março.

* Com informações da Secretaria de Trabalho

PUBLICIDADE