Economia Política

Projeto de Guedes tira R$ 10 bi da classe C e acaba com o vale-alimentação

Segundo o ex-secretário da Receita Everardo Maciel, Guedes irá retirar mais de R$ 10 classe C por ano.

Cada dia vêz mais ávido para concluir a terefa de destruição da economia brasileiara a molde do que fez no Chile, Guedes  continua paripassu a missão negociada com o “mercado” brasileiro e que o mantém no poder.

Leiam o que diz Míriam Leitão em matéria publicada no Brasil247

 

 

Guedes vai dar facada de R$ 10 bilhões na classe C, avisa Miriam Leitão

Reforma tributária retira recursos da classe média e reduz imposto das empresas

Miriam Leitão e Paulo Guedes
Miriam Leitão e Paulo Guedes (Foto: Reprodução | World Economic Forum/Christian Clavadetscher)

247 – “A proposta de reforma tributária vai tirar R$ 10 bilhões por ano da classe C. A afirmação é do ex-secretário da Receita Everardo Maciel, ao analisar o projeto da mudança no Imposto de Renda. O deputado Celso Sabino (PSDB-PA) melhorou vários pontos da reforma, na avaliação de economistas e do mercado financeiro, mas esse ponto que atinge uma parcela dos contribuintes da classe média não foi retirado”, informa a jornalista Miriam Leitão, em sua coluna no Globo,

“O desconto padrão pode ser usado por qualquer um, mas ele é mais vantajoso para quem ganha até R$ 83.777 por ano. Agora, a faixa entre R$ 40 mil e R$ 83 mil não poderá fazer o desconto padrão. Se eles fazem hoje é porque é a melhor opção, então todos nesse grupo terão aumento de carga. Quem é essa faixa? O IBGE a classifica como classe C. O projeto tira R$ 10 bi da classe C e acaba com o vale-alimentação”, explica Everardo Maciel