Política

‘Se Bolsonaro tentar um golpe não leva três soldados atrás dele’, diz ministro militar

Preparativos finais para o desfile de 7 de Setembro, na Esplanada dos Ministros. (Foto: © Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Declaração do ministro, que não teve nome revelado, revela a insatisfação crescente entre os militares após Jair Bolsonaro trocar o comando do Ministério da Defesa e das Forças Armadas

247 – A crise resultante da troca de comando no Ministério da Defesa e nas Forças Armadas tem ampliado o desgaste de Jair Bolsonaro junto à cúpula militar. Segundo o jornalista Lauro Jardim, um ministro ligado ao setor teria afirmado que ““se Bolsonaro tentar um golpe não leva três soldados atrás dele”.

A declaração do ministro, que não teve o nome revelado, se soma à insatisfação dos militares gerada pela demissão do então ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, além dos comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica.