Cidade Educação

Secretário de Educação do DF prorroga prazo de convocação para o Pronatec

Eles vão atuar na Escola Técnica de Planaltina, no CEMI-Gama, na Escola Técnica de Brasília- ETB e nas Unidades de Ensino Remotas, a serem constituídas

Lorena Pacheco

O secretário executivo da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal, Quintino Borges Filho, publicou novo edital no Diário Oficial local (DODF), desta terça-feira (31/3), prorrogando o prazo de convocação do processo seletivo complementar simplificado para professores bolsistas do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), para o ano letivo de 2020, até 29 de outubro deste ano.

De acordo com o edital de abertura da seleção, a convocação dos candidatos será feita pela coordenação geral do programa, de acordo com as demandas das unidades de ensino e seguindo a ordem de classificação no processo seletivo. O candidato aprovado receberá e-mail, o mesmo fornecido na ficha de inscrição, e terá um dia útil para manifestar interesse ou não na vaga, a partir da hora do envio da mensagem.

 

Eles atuarão na  Unidade  de  Ensino  do  Centro  de  Educação  Profissional  –  Escola  Técnica  de  Planaltina  –  CEP-ETP,  no  Centro  de  Ensino  Médio  Integrado  à  Educação   Profissional   –   CEMI-Gama,   na   Escola   Técnica   de   Brasília-   ETB   e   nas   Unidades  de  Ensino  Remotas,  a  serem  constituídas.

 

A validade do contrato será de um ano, a partir da data de publicação da homologação do resultado final no DODF, podendo ser prorrogado uma única vez.

Veja o edital de prorrogação em sua íntegra aqui. 

As inscrições já foram encerradas. Para participar do Programa Novos Caminhos como professor bolsista foi necessário ser brasileiro, ter formação compatível com a área pretendida e disponibilidade de tempo para atender às atividades do programa, ter pelo menos 18 anos e estar em dia com as obrigações eleitorais e militares.

 

Não puderam participar professores da rede pública de ensino do DF investidos em cargo comissionado ou função de confiança de qualquer natureza, exceto se optarem pela exoneração.

 

Para os cursos de Formação Inicial Continuada (FIC) a carga horária a carga horária máxima semanal é de até 40 horas, com valor de R$ 30 por hora aula.  Os professores de cursos técnicos também têm carga horária máxima de 40 horas, com valor de R$ 50. Em caso de atuação em Unidade de Ensino Remota do Sistema Prisional e Sistema Socioeducativo haverá um acréscimo de 15% (quinze por cento) no valor da hora trabalhada do professor.

PUBLICIDADE