Holístico

Tai Chi Chuan: A Ginástica Do Corpo E Da Mente

Foto: Mohamed Hassan

Conta a lenda que, há mais de 700 anos na China, o mestre taoísta Chang San Feng criou o Tai Chi Chuan depois de observar o combate entre uma garça e uma serpente. Ele percebeu que os animais eram fortes, mas ao mesmo tempo realizavam os movimentos com suavidade. Daí teria surgido a prática, que pode ser considera um tipo de ginástica para o corpo e a mente.

O que é Tai Chi Chuan?

Tai Chi Chuan
Foto: Gianni Crestani

Para além da lenda do mestre taoísta, o Tai Chi Chuan é uma prática originária da China que une os princípios da filosofia, da medicina e de outras práticas terapêuticas chinesas. Essa arte marcial busca o equilíbrio entre corpo e mente e se baseia em movimentos lentos e no controle da respiração. Os princípios do Tai Chi Chuan estão ligados ao desenvolvimento interno e externo e por ter sido criado para o combate é que ele recebe o status de arte marcial. Mas, atualmente, são os fins terapêuticos que atraem cada vez mais praticantes.

Segundo a sabedoria chinesa, o “Tai Chi” (união das energias Yin e Yang) “Chuan” (agilidade e flexibilidade) equilibra as forças vitais do nosso organismo e, por isso, promove benefícios físicos e mentais. Também conhecido como “meditação em movimento”, até hoje, na China, o Tai Chi Chuan é bastante popular. Nos parques, nos hospitais e nas empresas, por exemplo, crianças, jovens, adultos e idosos costumam praticá-lo com frequência. Já no Brasil, academias, escolas e cursos estimulam a prática, que não exige grandes habilidades físicas. Os movimentos do Tai Chi Chuan são lentos, circulares, contínuos e fáceis.

Mesmo sendo um exercício de pouco impacto e com ritmo mais lento, ele promove benefícios para pessoas de todas as idades. No entanto, antes de começar a praticar qualquer atividade física – mesmo que seja leve – procure um profissional e faça uma avaliação. Depois, é só aproveitar o que essa arte marcial tem de melhor. E, de preferência, praticá-la ao ar livre.

Quais são os benefícios da prática?

Em primeiro lugar, o Tai Chi Chuan exige concentração, estimula a consciência corporal e acalma a mente. Por isso, ele funciona também como coadjuvante no tratamento da depressão, da insônia e da ansiedade. Estudos publicados no oriente e no ocidente dão conta de que a prática aumenta, ainda, a consciência corporal, reduz o estresse, melhora a coordenação, aumenta nossa capacidade de atenção e proporciona sensação de bem-estar.

Já no âmbito físico, essa arte marcial chinesa aumenta a flexibilidade, regula a função cardiovascular e a respiratória, diminui problemas e dores nas articulações e aumenta a força muscular. Idosos que praticam frequentemente costumam ter ossos mais fortes, articulações mais flexíveis e o coração mais saudável. No entanto, apesar de ser muito indicada para pessoas mais velhas, essa arte chinesa também traz benefícios para crianças, jovens e adultos.

O Tai Chi Chuan também ajuda a desintoxicar o corpo por meio da respiração controlada e auxilia no combate da obesidade. Nesse caso, o autocontrole e o gasto calórico (que pode chegar a 300 calorias por hora) são os fatores que contam. Além disso, uma pesquisa independente observou um melhor controle da pressão arterial em mulheres com idades entre 33 e 55 anos.

PUBLICIDADE