Cidade Mobilidade

Via do Sol Nascente/Pôr do Sol é recuperada

Foto: Renato Araújo / Agência Brasília - Imagem meramente ilustrativa

Ação beneficia cerca de 87 mil moradores da região

JÉSSICA ANTUNES, DA AGÊNCIA BRASÍLIA 

A única pista que liga os trechos 1 e 2 do Sol Nascente/Pôr do Sol foi reparada. Com serviços de terraplanagem e material fresado de asfalto, o GDF Presente, em parceria com a Administração Regional, trabalhou para dar melhor condição de tráfego aos mais de 87 mil moradores da cidade. A medida foi necessária para nivelar cerca de 600 metros de estrada de chão que ligam os dois setores.

A intervenção aconteceu nesta semana, na Chácara 34. Coordenador do Polo Oeste do GDF Presente, Elton Walcacer explica que a intervenção foi solicitada após ser instalada uma rede de esgoto na região, o que comprometeu a pista de terra. “Precisávamos recompor a área com nivelamento, colocação de cascalho doado pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e material frisado. É uma pista importante que precisa de condições de trafegabilidade”, diz.

Essa passagem não está inclusa na poligonal do projeto de infraestrutura da cidade, mas, mesmo assim, o trecho é reparado constantemente por ser importante para os moradores. O Administrador regional do Sol Nascente/Pôr do Sol, Goudim Carneiro explica que os cuidados são constantes. “Não podemos fazer a obra definitiva de implementação de asfalto, mas sempre trabalhamos para dar as melhores condições à população que precisa passar por ali”, afirma.

A medida foi necessária para nivelar cerca de 600 metros de estrada de chão que ligam os dois setores.

A dona de casa Marluce Rodrigues passa pelo local diariamente. “Estava difícil de andar por aqui mesmo porque a terra estava toda revirada. Quando chove, carros passam com muita dificuldade. A recuperação foi muito bem-vinda”, diz a moradora de 43 anos.

Outras melhorias 

Essa é a única passagem entre os trechos da cidade. A interligação definitiva e estruturada virá com a criação da Avenida do Sol, que cruzará a cidade por 7,8 quilômetros, entre a BR-070 na altura da QNR até a Avenida Elmo Serejo.

Isso vai contemplar todas as travessias possíveis, sem a necessidade de sair para Ceilândia para chegar a outro trecho, explica o administrador regional. O investimento estimado é de R$ 28 milhões e a obra será executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF).

Outro benefício para a comunidade local é a pavimentação asfáltica de aproximadamente 1 quilômetro na Vicinal 311 que  saiu do papel. A melhoria beneficia cerca de 10 mil moradores que transitam diariamente por ali.

Tags

PUBLICIDADE