wordpress counter
Politica

SARNEY NEGA VOTO EM AÉCIO: “SÓRDIDA MONTAGEM”

0
Postado por Ataíde Leia mais Comentar Tags:, , , , ,
Politica

COM BROCHE DE DILMA, SARNEY VOTOU EM AÉCIO

0
Postado por Ataíde Leia mais Comentar Tags:, , , , , , , , ,
Saude

​Combate ao AVC é tema de evento na Rodoviária

0

acpt_ave

Doença é a primeira causa de morte e incapacidade no Brasil

​BRASÍLIA (29/10/14) – A Rodoviária do Plano Piloto recebe hoje (29), até às 17h, uma ação de saúde alusiva ao Dia Mundial de Combate ao Acidente Vascular Cerebral (AVC). Quem passar pelo terminal poderá aprender os principais fatores de risco da primeira causa de morte e incapacidade do Brasil, aferir a pressão arterial, receber dicas de alimentação saudável, além de aprender a identificar os sintomas do “derrame”, como é conhecido popularmente.

“Nosso objetivo é explicar à população que o AVC tem prevenção”, destaca a coordenadora da Linha de Atenção ao AVC no DF, Letícia Rebello. Os principais fatores de risco são pressão alta, diabetes, colesterol alto, tabagismo e arritmias. “Se a gente conseguisse controlar esses cinco fatores de risco, preveniríamos 90% dos casos”, ressalta.

Além de mostrar os fatores de risco à população, a iniciativa pretende ensinar quais os sintomas do AVC, que são entortar ao dar um sorriso; fraqueza de um só lado do corpo, não conseguir levantar ambos braços e dificuldade para falar ou entender. “Só sabendo esses três sinais, já significam mais de 90% de chance de ser um AVC e, somente um, pode significar 70% de chances”, esclarece a neurologista.

SOBRE A DOENÇA – Também conhecido como derrame, o AVC ocorre quando há um entupimento ou o rompimento dos vasos que levam o sangue ao cérebro, provocando a paralisia da área cerebral, que ficou sem circulação sanguínea adequada.

No Brasil, anualmente cerca de 400 mil pessoas tem um AVC, que mata uma pessoa a cada cinco minutos.“Os números são alarmantes. As pessoas ainda têm muita dúvida sobre o AVC”, frisa Letícia.

O Acidente Vascular Cerebral pode deixar várias sequelas, como alterações comportamentais e cognitivas, dificuldades na fala, dificuldade para se alimentar, constipação intestinal, epilepsia vascular, depressão e outras implicações.
(mais…)

Postado por Ataíde Leia mais Comentar Tags:, , ,
Politica

País dividido: solidariedade aos vencidos

0

resulltados-estaduais-segundo-turno-2014

Por Rodolfo Lima, do Rio de Janeiro

Com muita ironia, colunista se "solidariza" com os derrotados na eleição presidencial

Quando Dilma foi eleita em 2010, usei esse mesmo título para um artigo que enviei para o DR, então como colunista regular do site.

Mudaram as situações, mudou-se o contexto, mas continuo com a mesma posição de então. Que me desculpem o tom irônico, naquele momento como agora, mas o caso é mesmo de solidariedade…e de ironia.

Os vencidos talvez merecessem melhor sorte, ou seja, um resultado compatível com o esforço que fizeram para não perder as eleições. Foram quase perfeitos na tentativa de exterminar as conquistas sociais e reimplantar o neoliberalismo, utilizando delações premiadas (sabe-se lá exatamente por quem), com “vazamentos” tão cirúrgicos quanto incomprovados, culminando, no final de tudo, com a malfadada edição da não menos malfadada “Veja”.

Evidentemente, a caso da Petrobras é sério, deve ser investigado, e os culpados devem ser punidos, estejam onde estiverem. Mas não dá para engolir esse golpe midiático covarde, que passa por uma manchete “marron” que faz afirmação que a revista, cinicamente, diz que o delator não comprovou e, mais, que não lhe foi pedido que comprovasse…

Quando os tucanos falam em campanha sórdida, que tipo de adjetivo dariam aos seus opositores se utilizassem esse mesmo procedimento covarde e indigno da ética do jornalismo? É nesse tipo de liberdade de imprensa que eles acreditam?

Os vencidos têm a minha solidariedade, pois os especuladores e milhardários que os representam na bolsa de valores foram muito eficazes na utilização criminosa das oscilações do mercado, inclusive tentando desmoralizar a maior das nossas empresas.

Assim, os vencidos mereciam, por força de seu excepcional esforço, ter como prêmio pela eleição de Aécio a privatização da Petrobras, que, digam o que disserem, sempre estará na ordem do dia da sanha dos entreguistas de plantão.

Estou solidário com os vencidos porque eles se esmeraram em defender seus interesses de classe e o fizeram com a tal argumentação que só os “coxinhas” sabem desenvolver, sempre fundada em doses bem equilibradas por incrível hipocrisia, por falso moralismo e indignação direcionada, por muito preconceito, baixíssimo nível (para quem se diz elite bem informada) e extremada visão egocêntrica. Mereciam ter recuperado os privilégios que defendem.
(mais…)

Postado por Ataíde Leia mais Comentar
Politica

AÉCIO VENCERIA SEM INTERNET

0
Postado por Ataíde Leia mais Comentar Tags:, , , , , , , , ,
Politica

Dilma garante parceria no DF

0

28pol11f1_1000x667jp_144

Rollemberg telefona à presidente e recebe garantia de que pode contar com a ajuda do Governo Federal

Suzano Almeida
suzano.almeida@jornaldebrasilia.com.br

O novo governador Rodrigo Rollemberg (PSB) telefonou ontem à presidente reeleita Dilma Rousseff (PT). Na conversa, ofereceram ajuda mútua, assegurando  que estarão juntos na condução de seus governos.

Segundo Rollemberg, a presidente se mostrou “entusiasmada” em dar apoio ao governo do hoje senador, que até o rompimento do ex-governador Eduardo Campos com o Planalto, fazia parte da base governista.

“A presidenta manifestou seu entusiasmo em ajudar o Distrito Federal e disse que eu poderia contar com ela como parceira para enfrentar todos os problemas. Eu também me coloquei, agora passadas as eleições, à disposição para unir o Distrito Federal e o País e enfrentar os enormes desafios que temos pela frente”, disse.

“Falei”, revelou Rollemberg, “que ela pode contar com o governador do Distrito Federal e ela me disse, com muito entusiasmo, que o Governo Federal quer ser um parceiro do nosso governo para fazer as melhorias que a população espera e precisa”. O relato foi feito pelo governador eleito após  reunião com membros da Executiva local do seu partido.

Coordenar transição

O encontro, menos de 24 horas após a vitória nas urnas, definiu o nome do coordenador do grupo de transição por parte do novo governo. Rollemberg escolheu o jornalista e ex-secretário  Hélio Doyle, que coordenou a campanha do novo governador ao Buriti.
(mais…)

Postado por Ataíde Leia mais Comentar Tags:, , , , , , ,
Politica

Um novo Distrito Federal (?)

0
timthumb
Com eleitorado dividido, Rollemberg enfrentará desafio nas administrações regionais com eleição direta, o futuro governador corre o risco de eleger gestores contrários a ele, principalmente em regiões onde o concorrente Jofran Frejat (PR) ganhou

 

Flávia Maia

 

Ao contrário do que aconteceu no primeiro turno, quando Rodrigo Rollemberg (PSB) ganhou em 20 das 21 zonas eleitorais do Distrito Federal, no segundo, o candidato eleito não manteve a mesma vantagem e perdeu nas urnas que correspondem a nove regiões administrativas. Entre elas, zonas que correspondem às populosas cidades de Ceilândia e de Samambaia. Isso coloca em xeque uma das principais apostas do socialista, que é a de fazer eleições diretas para as administrações regionais. Segundo especialistas ouvidos pelo Correio, se não for bem regulamentado, o projeto pode virar um tiro no pé do governo que começa em 2015.

Com eleição direta, Rollemberg corre o risco de eleger gestores contrários a ele, principalmente em regiões mais afastadas da área central do DF, onde o concorrente Jofran Frejat (PR) ganhou. Além de Ceilândia e de Samambaia, Frejat saiu vitorioso em Planaltina, no Gama, em Brazlândia e no Recanto das Emas. Rollemberg teve votação expressiva principalmente no Plano Piloto — na Asa Norte e na Vila Planalto, que correspondem a uma zona, ganhou com 80,42%; e no Cruzeiro, Sudoeste e Octogonal, com 76,24%.

Segundo especialistas, o problema das eleições para administradores regionais não está em como operacionalizar a votação, mas, sim, uma possível dificuldade para governar por parte de Rollemberg. “Não há dúvida de que a comunidade deve participar da escolha do administrador, mas temos de saber de que forma isso vai ser regulamentado porque o Rollemberg não pode mudar o modelo político do DF, que é uma unidade administrativa, não um estado com prefeituras”, analisa João Paulo Peixoto, cientista político da Universidade de Brasília (UnB).

“Essa situação pode trazer um problema de governança, que pode atrapalhar a unidade do DF e a própria população. Por exemplo, uma cidade como Planaltina, onde Frejat ganhou, elege um administrador com outra orientação política. O governador diz que as prioridades para a região são transporte e segurança, por exemplo, mas o gestor local diz que não. Esse administrador vai ter legitimidade para questionar porque foi eleito por aquela comunidade. Vai gerar um impasse para o governo”, alerta José Matias-Pereira, professor de administração pública da UnB.

Controle

A diferença socioeconômica das regiões também deve pesar no funcionamento da proposta de Rollemberg, assim como qual será o papel do administrador regional como gestor e quais as suas competências e atribuições. Por isso, para o cientista político João Paulo Peixoto, a matéria de consulta direta para escolha do administrador precisa ser bem-disciplinada para evitar distorções. “No Distrito Federal, o governador tem um controle grande das regiões administrativas. De que adianta eleger um administrador sem autonomia e sem orçamento?”, questiona.

O professor José Matias-Pereira defende que um caminho para tornar viável o projeto de Rollemberg seria o DF seguir o modelo de Columbia, nos Estados Unidos, onde fica a capital daquele país, Washington. “Hoje, o DF é uma unidade administrativa. Poderia deixar só o núcleo do Plano Piloto como unidade administrativa e transformar o restante em estado e criar municípios autônomos”, sugeriu.

Apoio a Rollemberg

Arthur Araújo Barros escolheu Rodrigo Rollemberg como governador (Carlos Moura/CB/D.A Press)
Arthur Araújo Barros escolheu Rodrigo Rollemberg como governador

Guará
É a sexta maior zona eleitoral do DF, com 113.298 eleitores e 420 seções. Em uma faculdade da região, o estudante Arthur Araújo Barros, 22 anos, escolheu Rodrigo Rollemberg como governador. Além de se identificar com os ideais do socialista, o aluno de educação física acredita que o candidato do PSB tem intenções propositivas. “Acredito que ele seja um bom nome para administrar o Distrito Federal e tenha boas intenções para fortalecer o esporte em Brasília”, explicou.

Samambaia

Em Samambaia, o microempresário Robson Carneiro, 38 anos, optou por Rollemberg por acreditar no melhor para o desenvolvimento do Distrito Federal. Ele levou a filha Fernanda Carneiro, 2 anos, para participar do momento. “Votei em Rollemberg e espero que ele cumpra todas as promessas que fez durante a campanha. Não dá para continuar com o que está aí, e o país precisa confiar na mudança com trabalho e dignidade”, disse.
(mais…)

Postado por Ataíde Leia mais Comentar Tags:, , , , ,