wordpress counter
Politica

A ladainha do governo Rollemberg

0

Untitled-12

  O governador Rollemberg continua na obcecada caça aos malfeitos de seu antecessor 

 

O governador Rollemberg continua no palanque de campanha e até agora não conseguiu dizer a que veio.

Um dos seus secretários, indagado por empresários credores do governo, disse em alto e bom tom que não tem dinheiro para quitar as contas, que a preferência é  os professores. (Medo de manifestações?).

Outro empreendedor  disse que já são quase 10 meses de atraso do pagamento, e a resposta do secretário foi: “Nós só respondemos pelo atraso do nosso governo.”   Parecem crer que as dívidas do GDF são pessoais, de quem as contraiu, no caso , o ex-governador Agnelo Queiroz  e não do Governo  Distrito Federal.

 

Lá se vão 100 dias

Rollemberg (ou Doylle?) quebra mais um tradição:  A de prestação de contas dos primeiros 100 dias de governo. A  aguardada prestação deverá ser feita nos 120 dias, com apresentação de projetos para 2015, ou o que faltar dele. (O então candidato não tinha programa de governo quando da camapnha e nem procurou fazer um?)

 

Sem prazo para pagamento

Quando perguntado sobre qualquer pagamento por parte do GDF a resposta  é: “Os cofres estão vazios, a culpa é do governo anterior”.   Será que isso ainda justifica? Começa acender a luz vermelha do desemprego na cidade. Comerciantes reclamam que as vendas estão caindo , compromissos vencendo,  fornecedores à porta, gerentes de bancos ligando e todas  as consequências que atrasos de pagamentos acarretam. No Buriti nem o lema “Deve não nego pago quando  puder” vale. Lá  o Bordão é outro: Não temos dinheiro nem prazo para pagamento.

(mais…)

Postador por Ataíde Leia mais Comentar Tags:, , , ,
Politica

Rollemberg  (continua) no palanque

0

GOVERNADOR BRT

 

Alguém precisa dizer ao governador Rodrigo Rollemberg que a campanha terminou e que ele foi eleito, não o Doylle. Também é  necessário que ele desça do palanque, pois que a cidade para qual foi eleito,  aguarda ansiosa que o seu governo comesse efetivamente.

Em conversa com populares, já dá pra perceber que a população não anda nem  um pouco satisfeita com o governador atual. Alguns começam a falar  que a  “coisa” que impede o governo andar é pessoal, uma vez que, mais do que gerir a cidade, o governador e sua equipe estão querendo é desconstruir o ex-governador  Agnelo, se é que precisa, e de tabela o Partido dos trabalhadores (PT).

Hoje completa 85 dias da posse de Rollemberg e início de sua gestão, ―ou indigestão?  E desde então o que se viu foi uma sucessão de admissões, demissões intempestivas, dúvidas, inércia, querelas, atraso de pagamento, cobranças de promessas de campanha e muita, muita desculpa  respaldada no antigo bodão: “A culpa é do governo anterior”.
(mais…)

Postador por Ataíde Leia mais Comentar Tags:, , ,
Geral

Rollemberg conseguirá reunir Arruda e PT num mesmo governo?

0
Chico Leite, Rodrigo Rollemberg, Roberto Arruda, Wasny de Roure,  Ricardo Vale, Chico Viigilante e Jofran frejat

Chico Leite, Rodrigo Rollemberg, Roberto Arruda, Wasny de Roure, Ricardo Vale, Chico Viigilante e Jofran frejat

 

Ao que parece Rollemberg não quer oposição ao seu governo. Tenta juntar adversários históricos sob a  mesma tenda.

 

As notícias do domingo sobre a política no Distrito Federal é de deixar qualquer um de cabelo-em-pé.

A coluna Do Alto da Torre do Eduardo Brito, publicada no jornal de Brasília de hoje, informou que o governador Rodrigo Rollemberg tem procurado a bancada petista da Câmara Legislativa do Distrito Federal-CLDF. Ainda de acordo com a matéria, os petistas têm atendido aos chamados com certa satisfação. Afinal, deve-se olhar para o bem da cidade.

 

Já o Blog do professor Chico, dá como certa a ida de  José Roberto Arruda, isso mesmo, o ex-governador e ex-candidato ao GDF, para compor no governo Rollemberg. Junto, não podia deixar de vir Jofran Frejat, exatamente, o ex-candidato e adversário do atual governador.

 

Caso as informações venham a se concretizar, o que estará pensando Rollemberg? Se estiver pensando em governabilidade, e acendendo uma vela pra deus e outra para o diabo, pode até que dê certo e o governo dele finalmente decole, o que sequer ameaçou nestes quase 100 dias. Mas se estiver pensando em neutralizar a oposição e com isso conseguir nadar de braçada, estará cometendo mais um equívoco neste início de governo, por inúmeras razões, inclusive porque, ao que se diz: “Água e óleo não se misturam” Ou será que Rodrigo conseguirá essa façanha?

(mais…)

Postador por Ataíde Leia mais Comentar Tags:
Sociedade

Rollemberg apoia grilagem de ricos e manda derrubar moradias de invasores pobres

0

DSCN7453
Fonte: Radar Condomínios

O Parque Ecológico Península Sul, na QL 12 do Lago Sul, localizado na orla do Lago Paranoá, uma das áreas mais bonitas de Brasília, que deveria servir ao uso de todos por ser pública, foi privatizada por um grupo de poderosos moradores que contam com o apoio direto do governador Rodrigo Rollemberg.

Quem chega para caminhar ou andar de bicicleta pela ciclovia de 5 km e contemplar uma bela vista oferecida pela orla se defronta, no local de acesso, com uma grade fechada por cadeado e rolo de concertina aspiral elétrica sobre a cerca. A decisão do fechamento do local para o publico foi tomada pelo Instituto Brasília Ambiental (Ibram) que administra os parques do Distrito Federal.

O Parque Península dos Ministros recebeu esse nome devido à presença de moradores ilustres do governo e embaixadas na QL 12. Mas o nome oficial é Parque Ecológico Península Sul. O parque foi criado com o objetivo de disponibilizar essa área nobre do lago Paranoá a toda população do DF.

O Radar visitou a área e foi informado por um professor de kitesurf, que usa o local para manobras radicais do esporte aquático, que o fechamento do parque ao publico foi determinado pelo GDF. “Achei a medida muito drástica, discriminatória e preconceituosa contra as pessoas que não moram no Lago Sul”, diz o professor ao Radar.download (2)

 

A medida foi para atender ao pedido de um grupo de quatro ricos moradores que se sentiam incomodados com a presença de pessoas vindos de outras cidades do DF como Ceilândia, São Sebastião, Jardim botânico e Paranoá, para desfrutar daquela área pública.

A justificativa era de que os ilustres moradores estavam se sentindo inseguros nos dias de maior fluxo no parque, como finais de semana e dias de sol, por causa dos furtos às residências, bem como o aumento do consumo de drogas no local. “Isso aqui tinha virado penico de Brasília”, disse um morador que não quis se identificar.

Tal fala, revela um tom de segregação social alimentada pelo próprio GDF, uma vez que prioriza os investimentos e melhorias em áreas onde se concentra a população com maior poder aquisitivo, político e social, e ignora as partes mais carentes do DF.

Porem, para a maioria dos moradores da orla, fechar a entrada do parque não foi a melhor solução para os problemas que vinham ocorrendo. O professor Carlos Augusto(42), que frequenta a área desde criança afirmou que “ao invés de tornar o Parque Ecológico Península Sul, em espaço vip só para os bacanas, o GDF deveria colocar uma equipe de segurança como existe no Parque da Cidade e policiamento para conter registros de furto e uso de drogas”. No IBRAM ninguém quis comentar o assunto.

O Radar procurou o deputado Rodrigo Delmasso (PTN) que classificou como uma aberração a implantação da segregação urbana do Parque da Península Sul e vai cobrar da presidente do IBRAM, Jane Vilas Bôas, uma explicação para tal medida.

“Não posso concordar que pessoas que não moram no Lago Sul possam ser impedidas de participar de atividades normais da sociedade em um espaço publico. O governador tem que tomar providência sobre isso”, contestou Delmasso.

O GDF se enquadra aos ricos e enquadra os pobres

(mais…)

Postador por Ataíde Leia mais Comentar Tags:, , , , , ,
Sociedade

AUDIÊNCIA PÚBLICA COLOCA EM DISCUSSÃO PROPOSTA DO GDF DE PAGAR COM DESCONTO DÍVIDAS COM AS TERCEIRIZADAS

0

07507020-e6e2-437a-93bf-14123ac899d0

 

Nesta quinta-feira, 05/03/2015, às 15 horas, será realizada uma Audiência Pública no Plenário da Câmara Legislativa, em repúdio à proposta feita pelo GDF às empresas terceirizadas, de pagamento das dívidas existentes com desconto.

De acordo com os sindicatos das empresas que mantém contratos de terceirização de serviços com o Governo do DF, o pagamento com descontos é um absurdo, tendo em vista que os contratos já não têm margem de lucro suficiente que permita qualquer desconto.

As diretorias do SEAC/DF – Sindicato das Empresas de Asseio, Conservação, Trabalho Temporário e Serviços Terceirizáveis do DF – e do SINDESP/DF – Sindicato das Empresas de Segurança Privada, Sistemas de Segurança Eletrônica, Cursos de Formação e Transporte de Valores do DF – ressaltam também que os serviços foram efetivamente prestados, havendo, inclusive, o reconhecimento da dívida, uma vez que os gestores atestaram as notas fiscais correspondentes.

 

DÉBITOS PENDENTES

(mais…)

Postador por Ataíde Leia mais Comentar Tags:, , ,
Sociedade

…E o emprego está indo pelo ralo

0

IMG_20150226_163121909

 

Como fala o popular: “Não está fácil para ninguém”. No Brasil, entramos em um período de “vacas magras”, mas aqui no Distrito Federal, a danada está indo pro brejo.

 

Se no Brasil, o judiciário caminha para extinguir o país  prendendo quem de fato deveria estar preso, aqui no DF,  Moro e companhia faz escola. Milhares estão sendo desempregados e outros também serão nos próximos dias em razão de quebra de empreiteiras envolvidas na operação Lava Jato. Tudo em nome de uma pretensa (des) moralização do estado.

 

No final do ano passado, empresários e peessedebistas  exigiam o desemprego no Brasil como forma de controlar a “inflação”. A presidenta e então candidata, Dilma Roussef, bradou: ” Mas nem que a vaca tussa eu vou mexer nos direitos dos trabalhadores.” A vaca tossiu.

 

No final de semana o ministro da fazenda, Joaquim Levy, levou um puxão de orelhas ao afirmar que a “ Desoneração da folha foi uma brincadeira e que — Essa brincadeira nos custa R$ 25 bilhões por ano e não tem criado e nem sequer protegido empregos — afirmou.

mulheres_metalurgicas57516

No Distrito Federal, o MP entrou com Adin contra o GDF no sentido de anular os aumentos concedidos a mais de 100 mil servidores. Interessante é ouvir o governo falar que a arrecadação caiu mais de 100 milhões do que o previsto e isso leva a falta de recursos para honrar compromissos do governo. Ora, se no Distrito Federal os empregos são predominantemente públicos, e se os servidores não recebem salários, obviamente não gastam, se não gastam, não geram impostos… “Vende mais porque é fresquinho ou é fresquinho porque vende mais? ”

(mais…)

Postador por Ataíde Leia mais Comentar Tags:, , , , ,
Sociedade

UTILIZAÇÃO DOS RECURSOS DOS FUNDOS PARA PAGAMENTO DE SALÁRIOS

0

crianças2

O governador Rodrigo Rollemberg anunciou que encaminhará projeto de lei à Câmara Legislativa dispondo sobre a transferência dos recursos dos fundos destinados ao funcionamento de algumas áreas vitais do GDF para pagamento de salários. No caso do Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente isso não será possível, tendo em vista que o art. 269-A da Lei Orgânica do DF veda esse tipo de intenção:

Vejamos o que diz o mencionado dispositivo legal, principalmente o parágrafo único:

“Art. 269-A. O Poder Público manterá o Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente, com dotação mínima de três décimos por cento da receita tributária líquida. 
(mais…)

Postador por Ataíde Leia mais Comentar Tags:, ,